Províncias

Seminário aborda ganhos dos estágios profissionais

André Brandão | Ndalatando

A criação de emprego é um dos focos principais da acção governamental e o sucesso desta acção depende dos níveis de crescimento do empreendedorismo e do desenvolvimento traduzido no crescimento dos sectores público e privado, disse sexta-feira, em Ndalatando, o vice-governador do Cuanza  Norte para o Sector Económico.

Manuel da Silva, que discursava no acto de abertura do seminário sobre “Estágios Profissionais e as Empresas, Pressupostos e Benefícios”, afirmou que o Executivo angolano orienta a necessidade da permanente capacitação e adaptação da mão-de-obra disponível, procurando dotá-la de melhor qualificação técnico-profissional, meta alcançável através de uma empenhada interacção entre as empresas e as instituições de formação.
Esta prática, referiu o vice governador, traduz o investimento do Executivo no capital humano e exprime a necessidade de consolidar os alicerces que têm permitido os resultados conhecidos, no âmbito da formação profissional, ao longo dos 40 anos de Independência Nacional.
Para o vice-governador provincial, a inserção no mercado de emprego requer a aquisição de conhecimentos, habilidades e competências essenciais para o correcto exercício de profissões, para que os aspirantes estejam preparados a acompanhar a dinâmica da sociedade, que, no actual contexto, comporta metas cada vez mais desafiadoras, em busca da eficácia e eficiência de resultados.
O vice-governador Manuel da Silva salientou que os seminários constituem  um instrumento de aprimoramento dos conhecimentos teóricos obtidos durante a fase de formação e proporcionam aos beneficiários meios de preparação para a sua inserção no mercado de trabalho.
Este seminário, disse o vice-governador do Cuanza Norte, estimula os diversos operadores do mercado de trabalho para a necessidade de operacionalização dos estágios profissionais, para aperfeiçoamento e consolidação das competências socioprofissionais dos jovens formados, assim como identifica estratégias susceptíveis de geração de emprego.
Os participantes no evento abordaram temas como “Pressupostos para a Implementação Efectiva dos Estágios Curriculares e profissionais, Boas Práticas no Recrutamento e Concertação Efectiva dos Estágios (Experiências e Soluções)”, bem como o “Mecanismo de Concertação do Ensino e Formação Profissional entre Estabelecimento e Emprego”.

Tempo

Multimédia