Províncias

Técnicos de saúde formados no município do Golungo Alto

No município do Golungo Alto, província do Kwanza-Norte, 42 técnicos de saúde (enfermeiros e promotores de saúde) e líderes de comunidades receberam uma formação sobre mobilização, adestramento, distribuição e uso correcto de mosquiteiros tratados com insecticidas.

No município do Golungo Alto, província do Kwanza-Norte, 42 técnicos de saúde (enfermeiros e promotores de saúde) e líderes de comunidades receberam uma formação sobre mobilização, adestramento, distribuição e uso correcto de mosquiteiros tratados com insecticidas.
O oficial provincial do Programa da Malária do Kwanza-Norte, Manuel Esteves, disse que o seminário visou reduzir a doença no seio da população, assim como alcançar melhorias quanto à saúde sexual reprodutiva e a vigilância epidemiológica.
O especialista disse terem entregue, neste ano, ao hospital municipal, 2.400 mosquiteiros tratados com insecticida que estão já a ser distribuídos a mulheres grávidas e a crianças menores de um ano.
Considerou o município do Golungo Alto um dos grandes focos endémicos de malária na província, pelo registo, em 2007, de 20 mil casos, e 18 mil em 2008.
O administrador municipal, Cirilo Matias Mateus, manifestou a sua preocupação, realçando a permanente luta pela redução e eliminação da malária em Angola, através de acções preventivas.
A província do Kwanza-Norte  dispõe de vários recursos agrícolas  em vários municpios, como Blongongo, Kikulungo, Ngomguembo, , Lucala e Samba-Cajú

Tempo

Multimédia