Províncias

Universitários fazem estudos na hidroeléctrica

Marcelo Manuel | Laúca

Um grupo de 50 estudantes do quarto e quinto anos dos cursos de Engenharia Civil e Electrónica de cinco Universidades do país, realizaram estudos técnicos ao aproveitamento hidroeléctrico de Laúca, no município de Cambambe, informou, ontem, em Luanda, a empresa Odebrecht, responsável pela construção do projecto.

A visita, explicou a empresa em comunicado, teve como objectivo   conciliar os conhecimentos teóricos  à componente prática, para auxiliar os estudantes na elaboração das monografia de fim de curso.
A albufeira é projectada numa área  de 188 quilómetros quadrados e tem um volume de drenagem máxima de 5.621 metros cúbicos de água por hora. A barragem tem uma altura de 132 metros e um comprimento de 1.100 metros. Cinco mil pessoas trabalham neste momento na Hidroeléctrica de Laúca.
Angelino Kissonde, docente da cadeira de Vias de Comunicação, do curso de Engenharia Civil da Universidade Agostinho Neto, considerou proveitosa a visita, “por permitir a solidificação de conhecimentos práticos nas áreas de hidráulica. O Jornal de Angola constatou que o aproveitamento hidroeléctrico de Laúca recebe diariamente cerca de 900 toneladas de cimento produzido no país.

Tempo

Multimédia