Províncias

Zona habitacional da Banga prepara iluminação pública

A nova zona habitacional do município da Banga, onde foram, numa primeira fase, erguidas 100 das 200 casas previstas pelas autoridades provinciais, está a ter obras de instalação da iluminação pública.

Ruas do município estão iluminadas
Fotografia: Fernando Camilo | Ndalatando

Para já, foram instalados nas ruas do novo complexo residencial, localizado na sede municipal, 72 postes de iluminação.
Em breve, para o fornecimento de energia eléctrica, vai ser montado um grupo gerador, cuja aquisição se insere no Programa de Investimentos Públicos.
O chefe da equipa de trabalhos, António Mateus Bernardo, salientou que a obra faz parte da primeira fase do processo de iluminação do novo complexo residencial, enquanto a segunda vai ser feita após a conclusão da edificação das restantes 100 casas inscritas no projecto. As casas do complexo residencial da Banga, que têm habitações de tipologia T3, com uma sala, três quartos, cozinha e casa de banho, também vão ter electricidade a partir do mesmo sistema, tal como já aconteceu nos complexos habitacionais dos municípios de Quiculungo e de Bolongongo.
Localizada a 156 quilómetros a norte de Ndalatando, a vila da Banga, que é habitada por cerca de duas mil pessoas, é actualmente abastecida de electricidade por um gerador de 700 KVA. O chefe da área económica da Administração Municipal da Banga, Domingos João Gomes, disse que a entrada em funcionamento do sistema de iluminação das ruas da nova área habitacional vai melhorar o nível de vida dos residentes, sendo também um contributo para a segurança das pessoas, durante a noite.

Tempo

Multimédia