Províncias

Aberto núcleo comunitário no bairro

Victor Pedro| Sumbe

A Rede Provincial de Protecção da Criança na província do Cuanza Sul, conta, desde sábado, com o primeiro núcleo comunitário, no bairro Bumba, Sumbe com vista a dar respostas mais eficazes aos problemas que afectam os direitos da criança.

Criação de núcleo surge para prevenir o aumento de casamentos precoces que resultam em gravidez indesejada em adolescentes
Fotografia: Victor Pedro| Sumbe

Os instrumentos jurídicos, que vão reger este primeiro núcleo, têm a ver com os “11 Compromissos para com a Criança”, visando sobretudo proteger as crianças na escola, nos bairros, nas famílias, nas instituições e prevenir a delinquência.
O representante da União Europeia, Sérgio Pitoko, disse que a criação deste núcleo visa igualmente prevenir o aumento de casamentos precoces, que resultam em gravidez precoce, o crescimento do abandono familiar, fuga à paternidade, acautelar o uso abusivo de bebidas alcoólicas e prestar informação de forma contínua aos núcleos e às redes municipais e provincial.
Sérgio Pitoko reconheceu o empenho da rede de protecção da criança na província do Cuanza Sul, pelo facto de se encontrar avançada, em termos de cumprimento na execução dos projectos definidos em prol da protecção dos menores na província, uma tarefa de âmbito nacional e internacional.
O passo dado pela população do bairro da Bumba mostra a boa vontade e a preocupação que as instituições ligadas à rede têm em relação aos problemas das crianças, daí tudo fazerem para que a mensagem chegue à maior parte das famílias.
O representante da União Europeia disse que a expansão dos núcleos comunitários nos bairros do Sumbe vão permitir a integração da sociedade civil na árdua tarefa de encontrar soluções para os problemas das crianças, das famílias e da própria sociedade.
Pediu aos coordenadores do núcleo e a população em geral, no sentido de se empenharem durante o cumprimento das suas tarefas e contribuírem para pôr fim à violação contra dos directos da criança e da família, o principal grupo social.O chefe dos serviços províncias do Instituto Nacional da Criança (INAC), David Domingos, sublinhou que a criação do primeiro núcleo comunitário do Sumbe e da província vem responder e materializar as várias acções que a sua instituição e parceiros têm vindo a efectuar em prol dos “11 compromissos”.
David Domingos explicou que, numa primeira fase, os núcleos  comunitários só vão funcionar nas escolas e nos Bairros do município do Sumbe, sendo coordenadas por três elementos.
Os núcleos comunitários  nos bairros  vão ter carácter filantrópico, devendo cada um deles, através das suas acções, conseguir o autosustento e dar continuidade aos trabalhos comunitários de educar as famílias a fazer poupanças, realizar um negócio, aproveitar os tempos livres para actividades recreativas e culturais.

Tempo

Multimédia