Províncias

Administração do Ebo cria comissão

Uma comissão nomeada pela Administração Municipal do Ebo vai fazer um estudo pormenorizado das potencialidades agro-industriais e produtivas do município, nos próximos dias, tendo em conta as prioridades definidas para este ano.

Uma comissão nomeada pela Administração Municipal do Ebo vai fazer um estudo pormenorizado das potencialidades agro-industriais e produtivas do município, nos próximos dias, tendo em conta as prioridades definidas para este ano.
A informação foi prestada à imprensa pelo administrador municipal em exercício, Manuel da Silva, acrescentando que o órgão vai fazer um diagnóstico da situação económica da região, tendo em conta o seu passado, presente e futuro.
Para 2011, a administração municipal definiu os sectores da educação e agricultura como os que merecem maior atenção, estando prevista a construção de duas escolas do primeiro e segundo ciclos do ensino secundário na sede do município e na comuna do Chowa.
O município do Ebo tem uma área de 2.191 quilómetros quadrados e 130 mil habitantes, cuja principal actividade das populações é a agricultura de subsistência.
Existem 48 associações de camponeses e sete cooperativas que envolvem 1.514 camponeses, dos quais 737 são mulheres.
“Ebo foi sempre um potencial no ramo da agricultura e indústria, logo tudo temos que fazer para reconquistar esse lugar”, referiu.

Tempo

Multimédia