Províncias

Administração pede ajuda às igrejas

A Administração Municipal do Sumbe reuniu ontem, nesta cidade, com líderes de diversas confissões religiosas para solicitar ajuda na sensibilização e mobilização da população nas tarefas da preservação dos bens públicos.

A Administração Municipal do Sumbe reuniu ontem, nesta cidade, com líderes de diversas confissões religiosas para solicitar ajuda na sensibilização e mobilização da população nas tarefas da preservação dos bens públicos.
Na abertura do encontro, o administrador Sebastião Daniel Neto, que apontou a Igreja como parceiro social privilegiado do Estado, disse igualmente ter convocado o encontro no sentido de colher contribuições e opiniões para o desenvolvimento da cidade. Na ocasião, informou-os sobre a vida política, económica e social do município.
De acordo com o responsável, a falta de alocação regular de verbas tem sido um dos grandes problemas na implementação de projectos de desenvolvimento no quadro da gestão municipal, ao qual se junta a postura de alguns munícipes que se dedicam a destruir o bem comum.Segundo considerou, a igreja é um meio indispensável para o alcance deste desiderato, por englobar todos os extractos da sociedade, podendo contribuir na consciencialização das famílias e no resgate dos valores morais e cívicos. Participaram no encontro líderes locais das igrejas tocoísta, católica, messiânica, presbiteriana, metodista, entre outras.

Tempo

Multimédia