Províncias

Administração reforça acções de combate ao lixo no Sumbe

Carlos Bastos | Sumbe

A Administração Municipal do Sumbe prepara-se para reforçar em breve as acções de recolha e tratamento de resíduos sólidos, no âmbito das novas medidas de melhoria do saneamento básico da capital da província do Cuanza Sul.

A medida é consequência de uma das principais recomendações saídas do último conselho de auscultação e concertação social, realizada para balancear as actividades da administração realizadas no primeiro semestre deste ano e perspectivar novas acções.
No encontro, a Administração Municipal do Sumbe foi orientada para continuar com a sensibilização da população no que concerne à deposição do lixo nos lugares apropriados e proceder com regularidade à recolha dos resíduos para o aterro sanitário.
Os membros recomendaram ainda à administração a elaboração de um estudo das modalidades das contribuições dos moradores para a recolha do lixo e aprofundar o hábito do pagamento da taxa de contribuição dos munícipes.
A administração foi ainda aconselhada a convocar uma acção conjunta com os munícipes para desfazer os grandes focos de lixo. Nesta actividade, devem participar também as instituições empresariais.
Para incentivar a participação contínua dos empresários, os membros do conselho recomendaram à administração municipal que potencie os contribuintes com acções que visem melhorias financeiras ou aberturas de novas oportunidades de negócios.  Os membros do conselho recomendaram ainda que a administração estude mecanismos para se evitar inundações nas próximas épocas chuvosas na escola dos E-15, nos serviços provinciais de pediatria e a nível do Instituto Médio Politécnico, devendo ser mais actuante e célere nas actividades de fiscalização de obras.
Proximamente, a Administração Municipal do Sumbe vai fazer o levantamento de cidadãos utentes de terrenos com documentação vencida, para expropriar e atender os vários pedidos de munícipes em zonas de risco, devendo estes legalizar os espaços e residências junto da administração, com vista à sua inscrição na Direcção da Repartição Fiscal das Finanças.
Outras tarefas para a administração têm a ver com a realização da toponímia e sinalização da cidade, além de estudos que viabilizem o fomento da agricultura no município, segundo as recomendações dos participantes no encontro.
Durante a reunião foram analisadas a problemática do abastecimento de água potável, os projectos para a distribuição da energia eléctrica, novo modelo de recolha dos resíduos sólidos, os trabalhos de terraplenagem e ampliação de ruas nos bairros periféricos da cidade do Sumbe, o Imposto Predial Urbano e a situação sanitária do Hospital Pediátrico.
O novo quadro orgânico, que regula a funcionalidade das administrações comunais, bem como as informações da actuação dos parceiros sociais, constaram também das discussões.

Tempo

Multimédia