Províncias

Alfabetizadores estão a melhorar conhecimentos

Casimiro José | Sumbe

A Associação Angolana para a Educação de Adultos (AAEA) promoveu mais um ciclo de formação, na comuna do Quicombo, município do Sumbe, para 50 novos facilitadores do processo de alfabetização participativa.

A Associação Angolana para a Educação de Adultos (AAEA) promoveu mais um ciclo de formação, na comuna do Quicombo, município do Sumbe, para 50 novos facilitadores do processo de alfabetização participativa.
A formação, financiada pela União Europeia, durou cinco dias, durante os quais foram ministrados temas sobre os passos a dar para a construção de uma unidade, calendários agrícolas, mapa residencial e de cuidados curativos, árvore de receitas e despesas, cálculos aritméticos e rotina diária de homens e mulheres de uma comunidade.
Os facilitadores agora formados foram seleccionados a partir dos municípios do Sumbe, Seles, Quibala, Ebo e Amboim.
AAEA tem 210 facilitadores e igual número de círculos. Com a entrada em funcionamento de mais 50 círculos, a associação eleva para 6.300 participantes do módulo APLICA nos municípios do Sumbe, Amboim, Porto Amboim, Quibala, Seles e Ebo.
A Associação Angolana para a Educação de Adultos iniciou as actividades no Kwanza-Sul, em 2001, com a execução de projectos ligados à educação cívica, género e educação ambiental. Em 2006, introduziu a componente da alfabetização participativa.

Tempo

Multimédia