Províncias

Alfabetizadores mais preparados

Mais de 120 alfabetizadores terminaram no município do Seles, Cuanza Sul, o curso sobre o método Don Bosco, promovido pela Associação Cristã para o Combate à Droga, Álcool e Nicotina em Angola.

No curso, inserido no programa “Aprender a Ler e Escrever” da associação  e que teve a duração de três semanas, os alfabetizadores aprenderam como é possível ensinar uma pessoa que não sabe ler e escrever, através da apresentação de gravuras e outras técnicas.
Para o representante da Associação Cristã para o Combate à Droga, Álcool e Nicotina em Angola, Silva João, a formação dos alfabetizadores visou alagar a campanha de alfabetização que a instituição tem desenvolvido junto das comunidades.
“Uma pessoa que não sabe ler e escreve é uma pessoa nula na sociedade”, frisou Silva João, tendo acrescentado que a sua organização conta com o apoio da secção municipal da Educação no fornecimento de material didáctico para os alfabetizadores.
Silva João disse que a sua organização já alfabetizou nos municípios do Seles e Cassongue mais de 3.800 pessoas. O município do Seles dista 82 quilómetros da cidade do Sumbe, tem uma extensão geográfica de 3.101 quilómetros quadrados e uma população de 300 mil habitantes, maioritariamente camponeses.
A Associação Cristã para o Combate à Droga, Álcool e Nicotina em Angola foi criada em 1997 e desenvolve as suas actividades junto das comunidades mais desfavorecidas, no combate ao analfabetismo, campanhas de sensibilização e formação de promotores de saúde.

Tempo

Multimédia