Províncias

Amboim com novas habitações

Casimiro José | Gabela

O município do Amboim, província do Kwanza-Sul, vai, a partir de 2012, ter mais 400 habitações, a serem erguidas no âmbito do Programa Nacional do Urbanismo e Construção, anunciou na terça-feira, na vila da Gabela, o administrador municipal, Rui Miguel, durante a apresentação de cumprimentos de fim de ano.

Habitantes do município continuam expectantes quanto à construção de novas casas
Fotografia: Casimiro José

O município do Amboim, província do Kwanza-Sul, vai, a partir de 2012, ter mais 400 habitações, a serem erguidas no âmbito do Programa Nacional do Urbanismo e Construção, anunciou na terça-feira, na vila da Gabela, o administrador municipal, Rui Miguel, durante a apresentação de cumprimentos de fim de ano.
No balanço que fez do desempenho da sua administração em 2011, Rui Miguel considerou “positiva”  a execução dos programas municipais integrados de desenvolvimento rural e combate à pobreza, dos cuidados primários de saúde, bem como a construção de infra-estruturas sociais na sede municipal e arredores.
Rui Miguel destacou a conclusão das obras da maternidade do hospital municipal, centro de estomatologia, manutenção da cadeia de frio para a conservação de vacinas e reagentes, construção do banco de sangue, reabilitação do centro policlínico, centro materno-infantil e as instalações da repartição municipal da saúde.
Nas localidades da Boa Lembrança, Capundi, Quina, Candele, Béu e Ichingo foram também construídos e reabilitados vários postos saúde, referiu o administrador, sublinhando que estas acções permitiram baixar os índices de mortalidade de 70 para 40 por cento.
Rui Miguel disse que em 2012 foram reabilitadas as escolas do I ciclo “Heróis do Cuito Cuanavale”, “Augusto Ngangula”, “17 de Setembro” e as do ensino primário nas localidades de Capundi e das Salinas.
 
Outros desafios
 
Além da construção de 400 habitações, em 2012, a administração municipal do Amboim prevê a implantação de núcleos do Instituto Superior de Ciências da Educação, ISCED, no Sumbe, da Universidade Katyavala Bwila, reabilitação e ampliação para mais nove salas da escola do I ciclo para receber alunos do II ciclo. O bloco de enfermarias e a cozinha do Hospital da Boa Esperança vão, igualmente, ser reabilitados e apetrechados no próximo ano, notou o administrador.
Outras acções previstas para 2012 têm a ver com a execução do programa de consultas de rotina no meio rural por médicos dos hospitais locais, a reabilitação completa da piscina municipal, melhoria do saneamento básico, elaboração de programas de protecção ambiental, desassoreamento do rio Mazungue, bem como a distribuição de talhões às populações para construção.

Tempo

Multimédia