Províncias

Apresentado plano director do turismo e requalificação da Marginal do Sumbe

Casimiro José | Sumbe

O plano director do turismo do Kwanza-Sul e um projecto de requalificação da Marginal do Sumbe, que incide sobre a identificação de recursos e avaliação das potencialidades, foi apresentado na capital da província.

O plano director do turismo do Kwanza-Sul e um projecto de requalificação da Marginal do Sumbe, que incide sobre a identificação de recursos e avaliação das potencialidades, foi apresentado na capital da província.
O plano, que tem de ter ainda a aprovação do Governo Provincial do Kwanza-Sul, privilegia também a formação de quadros especializados em várias áreas.
O arquitecto da empresa autora do projecto disse que o plano de turismo, que ainda “não está quantificado em termos financeiros e de tempo de execução”, pretende satisfazer três áreas de interesse, nas quais “estão incluídas questões relacionadas com o bem-estar e saúde, cultura, História, natureza, paisagem, aventura, desporto, negócios, sol e mar e cidades”.
O projecto de turismo do Kwanza-Sul, referiu Francisco José, “vai permitir o enquadramento da província no plano director nacional, dar relevância aos recursos naturais e culturais existentes, aos produtos turísticos e às metodologias para o seu desenvolvimento”.
O arquitecto salientou que “as comunidades locais, os empreendimentos e o país devem beneficiar de uma actividade turística competitiva a nível interno, regional e internacional, como está definido no plano director nacional” do sector.
O Kwanza-Sul, disse, tem um vasto potencial de recursos naturais, identidade própria de locais, arquitectura militar, vias de acesso, rede hoteleira em crescimento, zona de transição para o planalto e clima ameno.
Outros factores que podem contribuir para o desenvolvimento do turismo na província do Kwanza-Sul, declarou, são as gravuras rupestres no Ebo, a pedra do Quinhendo, as grutas de Ndalambiri e as de Quingumba, Janta, Cumbira e Delambira. A reserva de Cuimba, os rios Kwanza, Queve, Longa, Cubal e Cambondo, as fontes termais da Tocota, Catanda, Wako, entre outras no interior da província, são igualmente atracções que podem contribuir para o desenvolvimento do turismo na província do Kwanza-Sul.
O ante-projecto de requalificação da Marginal do Sumbe compreende uma intervenção da Sé Catedral à foz do rio Cambongo.
O projecto contempla também a requalificação e tratamento de espaços públicos, como o revestimento de áreas pedonais, arruamentos e natureza paisagística.

Tempo

Multimédia