Províncias

Autoridades do Cuanza Sul preocupadas

A gravidez precoce “é um sério problema público, cuja solução passa pelo diálogo familiar e sensibilização de adolescentes e jovens”, disse, no Sumbe, numa sessão pública de esclarecimento, o chefe de Mobilização Social da Repartição Municipal de Saúde.

Abel Augusto disse que “a gravideze precoce” aumenta o número de casos de mortalidade materna e infantil e repercutem-se negativamente na saúde de mães e filhos.
A chefe de departamento da Família e Promoção da Mulher no Cuanza Sul, Inácia Eduardo,  referiu que a gravideze precoce continua a afectar muitas famílias em todo o país e anunciou a realização de sessões de esclarecimento em todos os municípios da província.  A sessão foi promovida pela Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher, em parceria com a Repartição Municipal de Saúde.

Tempo

Multimédia