Províncias

Bairros da Gabela com mais água potável

Casimiro José | Gabela

Os bairros periféricos da Gabela, município do Amboim, beneficiam, desde ontem, de três sistemas de captação e distribuição de água potável, no âmbito das celebrações dos 53 anos de elevação da localidade à categoria de cidade.

Mais habitantes da Gabela consomem água potável o que evita muitas enfermidades
Fotografia: José Casimiro|Gabela

Além do sistema de distribuição de água potável, aquela cidade do Cuanza Sul ganhou igualmente uma lavandaria e sete chafarizes, inaugurados pelo vice-governador para o Sector Económico, Franklin Fortunato e Silva.
Os sistemas combinados de distribuição de água, construídos de raiz,  beneficiam  12 mil habitantes repartidos pelas aldeias de Saidy Mingas, Quipaxe, Zúnzua e Capango.
Franklin Fortunato e Silva garantiu que o Governo Provincial  continua  a envidar esforços para responder à outras preocupações que afligem ainda a vida das populações, principalmente nos sectores da Saúde, Educação e fomento da produção agropecuária.
“Temos consciência de que os problemas que vivemos são imensos, devido à situação que o país viveu, mas estamos convictos de que a paz lançou as bases para a reconstrução nos mais variados domínios, com maior foco no sector social”, disse  Franklin Fortunato e Silva.
O vice-governador provincial do Cuanza Sul apelou aos munícipes para colaborarem na preservação dos empreendimentos, para que os benefícios sejam vividos por longo tempo e pelas gerações vindouras.
O administrador municipal de Amboim, Francisco Mateus, satisfeito com a consolidação do projecto, referiu que antes as populações  da região para a obtenção da água tinham de recorrer aos riachos e às cacimbas, de onde retiravam um produto sem qualidade.
Esta situação, referiu o administrador municipal de Amboim, resultava em inúmeras enfermidades, sobretudo de origem hídrica, como as doenças diarreicas e respiratórias agudas e febre tifóide.
O administrador municipal de Amboim salientou que outras acções, no âmbito do programa “Água para Todos”, vão ser desenvolvidas para que mais comunidades beneficiem do produto.
Francisco Mateus adiantou que, além da água, as autoridades vão reforçar em breve os programas relacionados com os sectores da Energia eléctrica, Educação e Saúde.

Tempo

Multimédia