Províncias

Bens impróprios para o consumo foram destruídos

Victor Pedro | Sumbe

O núcleo provincial do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC) procedeu no Sumbe, província do Cuanza Sul,  à destruição, por incineração, de 125 caixas de fraldas descartáveis, 54 grades de refrigerantes e outros produtos impróprios para consumo humano.

João Domingos informou que a incineração se enquadra no programa que o sector do comércio tem desenvolvido, para garantir a vida e a saúde dos consumidores.
Referiu ainda que o trabalho de combate aos que atentam contra a saúde das pessoas não é u­ma tarefa isolada do  Instituto Nacional de Defesa do Consumidor, a julgar pelos resultados que se têm alcançado.
Para o chefe do núcleo provincial do INADEC é necessário que a sociedade esteja mobilizada e mais atenta aos direitos dos consumidores e todos saibam que cuidados devem ter quando efectuam a compra de produtos.
 João Domingos apontou as dificuldades que o núcleo provincial do INADEC enfrenta, nomeadamente a falta de recursos humanos, meios de transporte e infra-estruturas, que impede os quadros de efectuarem visitas de inspecção a vários estabelecimentos comerciais e exercer as suas funções.

Tempo

Multimédia