Províncias

Bombeiros estiveram activos durante o primeiro semestre

Victor Pedro|Sumbe

O Serviço de Bombeiros do Kwanza-Sul registou, durante o I semestre deste ano, um total de 81 incêndios, resultando numa vítima mortal e ferimento em quatro outras.

Incêndios constituíram o maior número de situações que obrigaram à intervenção do Serviço de Bombeiros no Kwanza-Sul
Fotografia: Jornal de Angola

O Serviço de Bombeiros do Kwanza-Sul registou, durante o I semestre deste ano, um total de 81 incêndios, resultando numa vítima mortal e ferimento em quatro outras.
Segundo o relatório da corporação, a que o Jornal de Angola teve acesso, o município do Sumbe foi o que maior número registou, com 56 incêndios, Porto-Amboim teve 14, já Amboim (Gabela) 7 e os municípios do Ebo, Conda, Kilenda e Libolo todos com um.
O documento refere que os danos materiais provocados até ao momento pelos incêndios no Kwanza-Sul, atingiram um valor avaliado em seis milhões e 902 mil 845 kwanzas.
De acordo com a corporação, os incêndios tiveram como causa negligência (38), curto-circuito (26), fogo posto (8), fuga de gás (7), um por descarga eléctrica, entre outras razões.
De acordo com a nota, de Janeiro a Junho o Serviço de Bombeiros realizou 169 acções de socorro, procedeu a 12 desencarceramentos de pessoas em viaturas acidentadas e removeu oito cadáveres por afogamento.
No informe dos bombeiros constam os sectores afectados, onde sobressaem as habitação privada com 69, organismos estatais com 9 e transportes com 3.
Para reduzir e prevenir o número de incêndios, durante o primeiro semestre os serviços de bombeiros realizaram 44 trabalhos profilácticos, isso no que tange a formação dos cidadãos sobre técnicas de prevenção de qualquer tipo de acidente. Foram ainda feitas 15 inspecções, 14 vistorias, 8 novas inspecções, 5 visitas pré operativas.
Para o segundo semestre a corporação vai dar continuidade ao árduo trabalho de prevenção de incêndios, socorros, entre outros.

Tempo

Multimédia