Províncias

Casas sociais para os jovens são sorteadas

Carlos Bastos | Sumbe

A direcção provincial do Kwanza-Sul da Juventude e Desportos procedeu quarta-feira, na cidade do Sumbe, ao sorteio de 50 das 68 casas sociais, erguidas no âmbito do programa “Angola Jovem”. 

A direcção provincial do Kwanza-Sul da Juventude e Desportos procedeu quarta-feira, na cidade do Sumbe, ao sorteio de 50 das 68 casas sociais, erguidas no âmbito do programa “Angola Jovem”. 
As casas, orçadas em 40 mil dólares, possuem três quartos, quarto de banho, sala, cozinha e uma vasta varanda.
Para aceder ao sorteio, os beneficiários fizeram o depósito de 20 por cento do valor global, fruto da concertação entre a direcção da Juventude e Desportos e os candidatos. Os jovens beneficiários vão pagar mensalmente 25 mil kwanzas, num período entre 15 e 25 anos. Para ter acesso ao projecto, os candidatos devem ter entre 23 e 35 anos, nacionalidade angolana e um emprego gerador de rendimentos, no sector público ou privado.
“Este sorteio foi concebido para que cada jovem possa ter casa própria, sem que lhe seja impingida, pois ele próprio pode concorrer à residência que quiser”, referiu o director da Juventude e Desportos no Kwanza-Sul, Manuel da Rosa, notando que dentro em breve vão ser assinados os respectivos contratos.   
Manuel da Rosa revelou que o programa “Angola Jovem” é financiado pelo Banco de Poupança e Crédito (BPC) e que essa instituição bancária manifesta vontade de continuar a  trabalhar com o Ministério da Juventude e Desportos, para a criação de mais bairros sociais. As casas estão a ser erguidas a oito quilómetros a norte da capital do Kwanza-Sul.

Tempo

Multimédia