Províncias

Centro médico do Mussende conta com mais especialistas

Casimiro José | Sumbe

O centro médico do município do Mussende, na província do Kwanza-Sul, conta já com os serviços do programa de corte de transmissão vertical do VIH/­­Sida (PTV), com a formação de 20 enfermeiros, num seminário orientado por técnicos da saúde reprodutiva, da vigilância epidemiológica e do programa de prevenção da Sida.

O centro médico do município do Mussende, na província do Kwanza-Sul, conta já com os serviços do programa de corte de transmissão vertical do VIH/­­Sida (PTV), com a formação de 20 enfermeiros, num seminário orientado por técnicos da saúde reprodutiva, da vigilância epidemiológica e do programa de prevenção da Sida.
Na sessão de encerramento da acção formativa, o director de gabinete da administradora municipal, Manuel Estêvão Paulo, disse que é um ganho para Mussende pelos transtornos vividos no passado em que casos relacionados com a necessidade do corte de transmissão vertical do VIH/Sida eram encaminhados para o município da Quibala, com sérios riscos, que desencorajavam as grávidas infectadas.
“Estamos satisfeitos com a entrada em funcionamento no nosso município do programa de corte de transmissão vertical do VIH/­SIDA, porque o processo passa a ser facilitado. Num passado recente as mulheres seropositivas tinham de se deslocar para o município da Quibala e muitas delas abandonavam o seguimento médico, devido à falta de recursos para pagar o transporte e a estadia na Quibala”, disse Manuel Estêvão Paulo. Manuel Paulo solicitou às autoridades locais ligadas à saúde para expandirem outros serviços, sobretudo ligados à ortopedia e imagiologia, para dar resposta às necessidades dos habitantes da região.

Tempo

Multimédia