Províncias

Cidade do Sumbe tem curso de mestrado

Manuel Tomás| Sumbe

O Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED), da Universidade Katyavala Bwila, vai ministrar no Sumbe, a partir deste ano lectivo, um curso de mestrado em educação pré-escolar, com 40 estudantes, revelou a decana da instituição, Amélia de Oliveira Sakongo.

A cerimónia de baptismo de caloiros marcou a abertura do ano lectivo no ISCED do Kwanza-Sul onde estão matriculados milhares de alunos
Fotografia: Fernando Camilo| Sumbe

O Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED), da Universidade Katyavala Bwila, vai ministrar no Sumbe, a partir deste ano lectivo, um curso de mestrado em educação pré-escolar, com 40 estudantes, revelou a decana da instituição, Amélia de Oliveira Sakongo.
Na abertura solene do ano académico 2013, a académica falou do alcance social do curso e notou que é intenção do ISCED/Sumbe contribuir para a solução dos problemas ou inquietações que, eventualmente, surjam na sociedade, ao nível do mestrado, devido à falta de especialistas.
Segundo Amélia Sakongo, o pré-escolar é uma etapa decisiva na vida da criança e na expectativa dos pais e encarregados de educação, porque, sublinhou, permite um crescimento saudável da criança num ambiente integral.
“Para ser-se um professor por excelência é necessário, entre outros requisitos, esforço árduo, paciência, auto domínio, persistência, imaginação, bom humor, sensibilidade”, recordou a decana do ISCED, que este ano vai contar com mais de 1.300 estudantes no curso regular e outros 784 no pós-laboral. O ISCD conta este ano académico com 301 finalistas do curso regular e 171 do pós-laboral, enquanto 245 defenderam os seus trabalhos de fim de curso em 2012, cuja outorga de diplomas deve acontecer em Abril. A instituição ministra cursos de Psicologia, Pedagogia, História, Matemática e Geografia, bem como um curso de pós graduação e mestrado em educação pré-escolar. Seis docentes estão a frequentar diversos cursos de mestrado no país e sete os de  doutoramento no exterior.   O administrador municipal do Sumbe, Alves Sardinha, saudou o ISCED pela formação de técnicos desde a sua criação, há onze anos. Apelou aos novos estudantes a se empenharem para que, no final dos cursos, contribuam para o desenvolvimento de diversas localidades da província e não só.  Na abertura do ano lectivo foram entregues diplomas a 42 docentes que participaram no ISCED do Sumbe num curso de superação de curta duração.

Tempo

Multimédia