Províncias

Construções de impacto social são prioritárias

Manuel Tomás | Sumbe

O governo do Kwanza-Sul reuniu, na sexta-feira, no Sumbe, com os 44 empreiteiros que concorreram para a construção de obras sociais, enquadradas no Programa de Investimentos Públicos (PIP), de 2010.

O governo do Kwanza-Sul reuniu, na sexta-feira, no Sumbe, com os 44 empreiteiros que concorreram para a construção de obras sociais, enquadradas no Programa de Investimentos Públicos (PIP), de 2010.
O encontro, orientado pelo vice-governador para a Área Técnica, Augusto Neto Sakongo, serviu para dar a conhecer os procedimentos subsequentes aos responsáveis das empresas de construção civil e obras públicas. Das empreitadas adjudicadas, 29 destinam-se à construção de instalações de impacto social, entre as quais três casas mortuárias, nos municípios do Amboim, Porto Amboim e Cela, cinco unidades de conservação de sangue e dois centros infantis, com 30 camas cada.
O programa de Investimentos Públicos para o presente ano contempla também a construção de dois institutos médios, dos quais um industrial, em Porto-Amboim, e outro na Kibala. Na Gabela vai ser construído um instituto médio de gestão e para o município do Sumbe o programa prevê a construção de um instituto médio de saúde. Está igualmente planificada a construção de várias outras infra-estruturas e cadeias de frio regionais para a conservação de vacinas.

Tempo

Multimédia