Províncias

Cuanza-Sul recebe meios para obras nas estradas

Victor Pedro | Sumbe

Os primeiros kits de reparação e manutenção de estradas, para os 12 municípios do Cuanza-Sul, foram entregues na semana finda, no Sumbe, em cerimónia que contou com a participação de responsáveis do Instituto de Estradas de Angola (INEA) e do Governo Provincial.

Os meios foram recebidos pelo vice-governador para a área Técnica e Infra-estruturas
Fotografia: Fernando Camilo | Edições Novembro | C. Sul

Entre os meios constam duas carrinhas, dois camiões, dois cilindros, pá carregadora, retroescavadora, tractor coador de área e um contentor de 40 pés, com diversos acessórios .
Os meios vão ser assegurados por uma brigada que vai estar ao serviço do Governo Provincial do Cuanza-Sul, para garantir a reparação e manutenção das estradas, nas vias que aguardam requalificação, nos municípios e comunas da província.
A entrega formal dos meios decorreu no Gabinete Provincial das Obras Públicas e Construção e foi dirigida pelo coordenador da comissão de gestão do INEA.
Henrique Vitorino disse que o acto de entrega foi extensivo às 18 províncias do país e que o programa conta com a componente formativa de operadores. Na região Sul, acrescentou, constam as províncias do Cuanza-Sul, Benguela, Huambo e Bié e cada uma enviou cinco operadores, que posteriormente serão utilizados como formadores.
Henrique Vitorino sublinhou que o objectivo do sector da Construção e Obras Públicas é fazer com que as brigadas que vão ficar ao serviço dos governos provinciais venham no futuro pôr fim à problemática do mau estado das estradas, que no seu entender têm sido o obstáculo para que Angola se relança no desenvolvimento socioeconómico, no que toca ao ramo produtivo e trocas comerciais. />O representante da comissão de gestão do INEA fez saber que a entrega dos meios conta com acompanhamento de técnicos estrangeiros das empresas fornecedores, que vão capacitar os operadores angolanos, para garantirem primeiro o funcionamento das brigadas nas províncias, bem como a formação de mais operadores de máquinas, factor que vai conferir maior durabilidade no que toca ao tempo de vida útil dos meios.
O vice-governador provincial do Cuanza-Sul para área Técnica e Infra-estrutura, Demétrio Sepúlveda, saudou a recepção dos meios, que vão ajudar o Governo da província a solucionar problemas pontuais, e não só, relacionados ao mau estado de muitos troços, que preocupam as populações dos municípios, comunas e bairros.
Demétrio Sepúlveda lembrou que esta é a primeira fase da entrega dos meios, compostos por 32 máquinas, com diversas funções. Avançou que os trabalhos de reparação e manutenção começam logo que a formação dos operadores terminar.
Os formandos das províncias do Huambo e Bié garantiram que vão se dedicar durante a formação e, apesar de ser uma área em que já têm algum domínio, reconheceram que são meios novos e modernos, facto que requer atenção e muita responsabilidade.

Tempo

Multimédia