Províncias

Desempregados recebem ferramentas

Casimiro José | Sumbe

Pelos menos 176 jovens dos municípios do Sumbe, Porto-Amboim, Ebo e Cela beneficiaram ontem, no Sumbe, de Kits profissionais, no quadro do programa “Angola Jovem”, e de material desportivo em alusão ao Dia Nacional do Desporto, que se assinala hoje.

O governador Serafim do Prado fez a entrega simbólica ao administrador do Sumbe Sebastião Daniel Neto dos meios para fomentar o auto-emprego
Fotografia: Casimiro José

Pelos menos 176 jovens dos municípios do Sumbe, Porto-Amboim, Ebo e Cela beneficiaram ontem, no Sumbe, de Kits profissionais, no quadro do programa “Angola Jovem”, e de material desportivo em alusão ao Dia Nacional do Desporto, que se assinala hoje.
O acto de entrega, orientado pelo governador da província do Kwanza-Sul, Serafim Maria do Prado, decorreu no largo Dr. António Agostinho Neto e contou com as presenças dos directores dos organismos públicos, administradores municipais, representantes sindicais, autoridades tradicionais e população em geral.
 Foram entregues 15 kits de pesca artesanal, dez moto-táxis, dez kits de recauchutagem móvel, dois de recauchutagem fixa e uma roullote-bar às cooperativas “Irmãos e amigos”, “Jovens sacrificados”, “Jovens renascer”, “Juma”, “Mensageiros da esperança” e “Providência”. Foram igualmente beneficiados os membros das cooperativas “Casa Jovem”, “Novidade”  “Mambila e “Reconstrução.
Os meios de pesca fluvial foram entregues a cinco cooperativas, nomeadamente “Órfãos de guerra”, “Solução na hora”, “Cacusso grande”, “Ebo” e “Sovento”. Quanto ao material desportivo, cada município da província vai ser contemplado com 90 calções, igual número de camisolas, 90 pares de meias e 108 pares de chuteiras para a prática do futebol, enquanto para a modalidade de basquetebol cada município vai receber 36 conjuntos de camisolas, calções e pares de meias, além de 24 pares de sapatilhas.
 Para o director provincial da Juventude e Desportos, Manuel do Nascimento Rosa da Silva, “ a entrega de kits profissionais e de material desportivo aos jovens enquadra-se nas políticas do Governo angolano que visam dar ocupação aos jovens que procuram exercer uma actividade socialmente útil”. A entrega de ferramentas na primeira fase do programa “Angola Jovem” revelou-se positivo, com resultados animadores, o que leva o governo a dar continuidade ao processo que, referiu, para além de fomentar o auto-emprego, também melhora as condições de vida nas comunidades.
Numa mensagem lida por Albina Cassinda Pedro Tomé, o conselho provincial da juventude congratulou-se com as acções do governo, considerando-as medidas acertadas para desencorajar a delinquência no seio dos jovens. “Aproveitamos a ocasião para, em nome de todos os jovens da província do Kwanza-Sul, saudar vivamente o gesto do Governo angolano e da província, pela forma como foi concebido o programa “Angola Jovem” que mostra a preocupação do executivo angolano em responder às preocupações que afectam os jovens”, lê-se na mensagem.
 O governador da província do Kwanza-Sul disse na ocasião que “o fomento do auto-emprego constitui uma estratégia encontrada pelo Governo angolano por forma a responder às necessidades de emprego dos jovens”, salientando que o Estado angolano, como em qualquer parte do mundo, não consegue, dentro das suas estruturas, empregar todos.
 Serafim do Prado exortou os jovens a aproveitarem as oportunidades que o Governo angolano está a disponibilizar para que sejam atingidos os propósitos do programa “Angola Jovem” e de outros projectos virados para a juventude.
 “Apelamos aos jovens desta província para não desperdiçarem estas oportunidades que lhes são oferecidas pelo programa “Angola Jovem” e no domínio da formação académica porque, daqui a cinco anos, os que se marginalizarem vão encontrar dificuldades de inserção na sociedade angolana”, disse.

Tempo

Multimédia