Províncias

Desenvolvimento do turismo em análise

Carlos Bastos| Sumbe

Um seminário sobre a aplicação do programa Angola Investe no domínio da hotelaria e turismo foi realizado no Sumbe, província do Cuanza Sul.

Durante o seminário, promovido pelos Ministérios da Economia, Hotelaria e Turismo e Governo Provincial, foi analisado o relançamento do turismo em Angola, sua estratégia e aplicação a nível nacional.
O vice-governador para o sector económico, Franklin Fortunato e Silva, disse que o seminário se circunscreve na visão do Executivo, de potenciar o tecido empresarial nacional, com instrumentos financeiros que promovam o surgimento de uma classe empresarial cada vez mais forte, capaz de ombrear com as demais da região a sul do Sara e não só.
Franklin Fortunato e Silva afirmou que esta potenciação acarreta consigo o solucionar de várias questões de fórum socioeconómico, desde a criação de postos de trabalho para os jovens, o alargamento da base tributária, redução da desigualdade social e a reintegração social.
O programa Angola Investe, criado a 22 de Setembro de 2012 por iniciativa do Executivo, visa apoiar o investimento em sectores da agricultura, pecuária e pescas, materiais de construção, serviços de apoio ao sector produtivo, indústria transformadora, energia e minas.
“O Cuanza Sul tem sido destino turístico de cidadãos nacionais e estrangeiras pela sua localização geográfica.
Em 2002, a província detinha um universo de 60 estabelecimentos hoteleiros e similares, fruto das reformas realizadas no país, e com o processo de paz em curso temos 292 estabelecimentos hoteleiros e similares”, disse o vice-governador do Cuanza Sul.

Tempo

Multimédia