Províncias

Detido secretário-geral do Governo do Cuanza-Sul

A Procuradoria da República na província do Cuanza-Sul ordenou a detenção do secretário-geral do Governo local, Teixeira Clemente, por crimes de peculato, falsificação de documentos e associação criminosa.

Fotografia: DR

Em comunicado de imprensa citado pela Angop, a Procuradoria refere que “o processo corre os seus trâmites legais” e procedeu a detenção, interrogatório e consequente aplicação da medida de prisão preventiva aos arguidos Teixeira Clemente, Danilson Rodrigues Baveca e Esmael Justino.
Segundo o comuinicado, das diligências realizadas nos autos resultaram indícios de que os arguidos incorreram na prática de crimes de peculato, falsificação de documentos e associação criminosa.
A detenção deve-se à gravidade e complexidade dos factos e visa garantir a eficácia da investigação, “uma vez que há receio da perturbação da investigação, na sequência dos interrogatórios realizados pelo Ministério Público”.
Até ao momento, a Procuradoria constitui arguido, sob termo de identidade e residência, no âmbito dos três processos-crimes  (peculato, falsificação de documentos e associação criminosa), o director do Gabinete de Estudos e Planeamento, Adelino Mongongo Manuel, enquanto Fernando Manuel de Almeida não compareceu no interrogatório por motivos familiares. Este é o primeiro processo-crime que envolve membros do Governo do Cuanza-Sul.

Tempo

Multimédia