Províncias

Direcção da Assistência e Reinserção entregou diversos meios de trabalho

Victor Pedro |Sumbe

A direcção provincial do Kwanza-Sul da Assistência e Reinserção Social (MINARS) vai continuar, este ano, a construir centros infantis e educativos no meio rural e a distribuir meios de trabalho para o rendimento das famílias que se encontram em situação de pobreza.
Segundo o director provincial do MINARS, Manuel Macedo, estão em construção quatro centros infantis e educativos, nos municípios do Sumbe, Ebo, Kilenda e Porto-Amboim, além de um lar de idosos na Gabela, projectos constantes do Programa de Investimentos Públicos e de combate à pobreza.

A direcção provincial do Kwanza-Sul da Assistência e Reinserção Social (MINARS) vai continuar, este ano, a construir centros infantis e educativos no meio rural e a distribuir meios de trabalho para o rendimento das famílias que se encontram em situação de pobreza.
Segundo o director provincial do MINARS, Manuel Macedo, estão em construção quatro centros infantis e educativos, nos municípios do Sumbe, Ebo, Kilenda e Porto-Amboim, além de um lar de idosos na Gabela, projectos constantes do Programa de Investimentos Públicos e de combate à pobreza.
Para a concretização destes projectos, distribuiu no ano passado 261 kits de carpintaria, electricidade, recauchutagem, serralharia, corte e costura, engraxamento, moinhos, barbearias e incubadoras, a 646 pessoas, além de 2.925 toneladas de alimentos diversos e 4.355 toneladas de material de cobertura, para apoiar o programa de auto-construção dirigida.
A direcção provincial do MINARS reintegrou, durante o ano passado, 58 cidadãos que viviam em países vizinhos, elevando para 820 o número de pessoas refugiadas que regressaram ao Kwanza-Sul.
Segundo Manuel Macedo, 1.224 ex-militares foram integrados no mercado de emprego, através do “Projecto terra mar II”, que decorre em Porto Amboim e é financiado pelo Executivo, contemplando as áreas da agropecuária, pesca artesanal e fluvial, farmacêutica, comércio, serralharia, electricidade, recauchutagem e mecânica.
No município da Cela, onde está implantado o “Projecto Aldeia Nova”, foram potenciados, em gestão de micro realizações, 327 desmobilizados que se dedicam à avicultura e à criação de gado leiteiro, o que fez relançar a produção agrícola, com a criação de 1.635 novos postos de trabalho. Estão em funcionamento seis centros infantis comunitários e cinco centros educativos comunitários urbanos, que são frequentados por 1.356 crianças, segundo Manuel Macedo.

Crianças e idosos com mais apoios 

Sobre protecção e cuidados à terceira idade, Manuel Macedo disse que, dos 26.763 idosos registados, 782 vivem em regime de internato nos lares da terceira idade do Sumbe, Porto Amboim e da Gabela, e recebem assistência alimentar. A direcção provincial do MINARS debate-se com a falta de verbas e de pessoal qualificado para preencher as 150 vagas existentes no Kwanza-Sul, nas categorias de educadores, assistentes sociais, infantis, vigilantes, activistas sociais e pessoal auxiliar, para garantir o funcionamento dos centros infantis e lares dos idosos. Apontou também a falta de instalações próprias para o funcionamento da direcção provincial do MINARS.

Tempo

Multimédia