Províncias

Duas centenas de crianças entram no sistema de ensino

Mais de duas centenas de crianças dos bairros periféricos da comuna de Tari, município de Quibala, no Cuanza-Sul, foram enquadradas no sistema de ensino graças a recuperação, pela Fazenda Santo António, da Escola Primária Ferra Tari.

A fazenda depois de inaugurar a escola, vai recuperar o hospital
Fotografia: Edições Novembro

Com quatro salas e seis professores, a escola foi inaugurada há dois meses. A Fazenda Santo António apoia, igualmente, com o material didáctico.
Principal empregador do município da Quibala, a Fazenda Santo António vai, ainda este ano, reabilitar o Centro de Saúde de Tari, para servir os cerca de 2.500 habitantes em cuidados de Saúde e enfermagem.
A Fazenda Santo António tem um impacto social significativo junto da população, sobretudo com a criação de postos de trabalho, directos e milhares indirectos, e a reparação das vias de circulação entre as várias aldeias vizinhas do complexo agro-pecuário. Os principais beneficiários desses empregos são jovens da Quibala e mesmo de outras províncias, como o Huambo.
Maior produtora de milho de Angola, com quase 40 mil toneladas por ano, a fazenda dispõe de unidade de secagem, uma fábrica de rações para animais e uma rede de rega automática com 40 pivots de regadios.
Quanto à actividade pecuária, tem duas mil  cabeças de gado e a produção anual de 20 mil  suínos, para produção de carne destinada à cadeia alimentar de Angola. A Fazenda Santo António presta assistência técnica aos produtores individuais que vivem próximo, ensinando as mais modernas técnicas de cultivo de cereais em paralelo com o fornecimento de sementes e outros inputes agrícolas, numa perfeita integração do projecto com as comunidades.
As vias de ligação entre os vários bairros circundantes do projecto também foram reabilitadas no âmbito das responsabilidades sociais da Fazenda Santo António.

Tempo

Multimédia