Províncias

Educação sexual deve ser reforçada nas comunidades

Casimiro José | Sumbe

O sociólogo José Pedro da Cruz defendeu ontem, na cidade do Sumbe, a importância das instituições redobrarem cada vez mais esforços nas acções de educação sexual dos adolescentes, com vista a evitar os inúmeros casos de gravidezes precoces.

Educação sexual dos jovens é importante
Fotografia: Sérgio Dias

O académico, que falava numa palestra sobre a “Gravidez Precoce e Suas Consequências”,  disse que o maior envolvimento das instituições evita igualmente o início da actividade sexual de forma precoce em adolescentes. O sociólogo salientou que é necessário que entidades, como as igrejas, escolas, organizações femininas e juvenis, órgãos de imprensa, entre outras, se envolvam mais para resolução da problemática da gravidez na adolescência e actividade sexual precoce.
O académico pretende apresentar o trabalho da sua tese de doutoramento “Maternidade Adolescente, uma Perspectiva de Género”, com vista a partilhar o resultado de um estudo de caso efectuado no município do Sumbe e arredores.
O estudo de caso para a elaboração da tese de doutoramento envolveu 57 mães adolescentes e 50 tutoras destas, além de 25 responsáveis das distintas instituições públicas que lidam com o fenómeno de maternidade na adolescência.

Tempo

Multimédia