Províncias

Escola no Sumbe forma docentes

Manuel Tomás | Sumbe

A província do Kwanza-Sul conta com mais 347 docentes, que terminaram na sexta-feira a sua formação no Sumbe, na escola local de formação de professores.

A província do Kwanza-Sul conta com mais 347 docentes, que terminaram na sexta-feira a sua formação no Sumbe, na escola local de formação de professores.
Os recém formados estão aptos para trabalhar no ensino primário e no I ciclo, segundo o director administrativo da escola de formação de professores, Mariano Hungulo. Durante a aprendizagem, acrescentou, os novos professores formaram-se nas especialidades de Geografia e História, Língua Portuguesa, Matemática e Química.
Mariano Hungulo anunciou a existência de 300 vagas para novos ingressos no próximo ano lectivo que, segundo os estatutos do subsistema de formação de professores, são submetidos a testes de admissão e de aferição do seu perfil.
O responsável sublinhou que a escola está apostada na melhoria da qualidade de ensino e na elevação das competências dos formandos, para poderem responder de forma cabal às exigências da reforma educativa e do plano mestre de formação de professores vigentes no país “Estão a ser envidados todos os esforços para, no próximo ano, podermos contar com a operacionalização dos quatro laboratórios montados na escola, resultantes de um grande esforço do governo da província”, afirmou o director.
Na mensagem lida no acto de encerramento, os finalistas manifestam a sua disponibilidade para participarem no processo de reconstrução do país, em todas as frentes, ensinando os iletrados e aumentando os seus conhecimentos académicos, porque, em seu entender, nenhum país se desenvolve sem a educação.

Tempo

Multimédia