Províncias

Executivo apoia milhares de idosos e dinamiza centros infantis urbanos

Manuel Tomás | Sumbe

O director provincial da Assistência e Reinserção Social no Kwanza-Sul, Alfredo Muhongo, afirmou que os serviços apoiam 28.587 mil idosos na província.

A direcção da Assistência e Reinserção Social apoia também famílias carenciadas
Fotografia: Jornal de Angola

O director provincial da Assistência e Reinserção Social no Kwanza-Sul, Alfredo Muhongo, afirmou que os serviços apoiam 28.587 mil idosos na província. De 2008 até final do primeiro semestre deste ano, o Ministério da Assistência e Reinserção Social assistiu 1.134 pessoas portadoras de deficiências, nas diferentes comunidades da província, com o apoio da Cooperação Técnica do Governo alemão (GTZ).
Alfredo Muhongo informou que, no âmbito da assistência e apoio social, os serviços apoiaram, de 2008 até ao fim do primeiro semestre do ano em curso 16.742 mil famílias, perfazendo um total de 50.224 mil pessoas, que receberam bens de primeira necessidade, num total de 999.41 toneladas. A ajuda incluiu distribuição de cobertores, chapas de zinco e material para a agricultura.
O Ministério da Assistência e Reinserção Social no Kswanza-Sul concretizou um programa de integração para 106 pessoas portadoras de deficiência em várias áreas da formação profissional e está a apoiar pessoas vulneráreis através de programas de geração de trabalho.
De acordo com o Alfredo Muhongo, no período de 2008 a Setembro último, o Ministério da Assistência e Reinserção Social recebeu, no âmbito da inserção dos grupos mais vulneráveis em actividades geradoras de rendimento para o combate à fome e à pobreza, mais de 962 pacotes profissionais e desses foram distribuídos 754.
Alfredo Muhongo informou que do material distribuído constam betoneiras e geradores para oficinas integradas e o material foi distribuído a 1.579 beneficiários directos e outros 6.318 indirectos. 
O director provincial do Ministério da Assistência e Reinserção Social explicou que estão em funcionamento quatro centros infantis urbanos e está em fase de reabilitação o centro infantil da Gabela e outros de carácter comunitário, com capacidade instalada para  1.565 crianças.
Alfredo Muhongo frisou o Ministério da Assistência e Reinserção Social perspectiva, para breve, a abertura de centros infantis na localidade da Pomba Nova (Sumbe) , no bairro Valódia, Waku kungo, na localidade do Cawembe e outro no município do Seles, que vão albergar mais de 380 crianças.
Lamentou o desprezo a que alguns idosos estão votados por parte dos familiares, que nem se dignam visitá-los, mas garantiu que, dentro das dotações que o sector recebe, a instituição faz os possíveis para satisfazer as necessidades dos idosos para que não se sintam desprezados pela sociedade.

Tempo

Multimédia