Províncias

Falta de centro de testes preocupa as autoridades

Casimiro José | Sumbe

A falta de um Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária sobre VIH/Sida (CATV), no município da Conda, província do Kwanza-Sul, está a preocupar os responsáveis clínicos da região, devido ao aumento de pessoas com casos positivos.

A falta de um Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária sobre VIH/Sida (CATV), no município da Conda, província do Kwanza-Sul, está a preocupar os responsáveis clínicos da região, devido ao aumento de pessoas com casos positivos.
De acordo com o responsável para a área clínica do Hospital Municipal da Conda, Inocêncio Casimiro, que manifestou a preocupação anteontem, a ausência de infra-estruturas para a testagem voluntária está a desencorajar os jovens a saberem o seu estado serológico.
Dada a procura destes serviços pelos jovens da localidade, Inocêncio Casimiro pede que seja urgentemente instalado um centro na região, para que os interessados em saber do seu estado serológico evitem deslocar-se a outras zonas fora do município para efectuar os testes.
O responsável acredita que a instalação do centro na região vai permitir a tomada de medidas profilácticas de identificação e prevenção de casos de VIH/Sida no município. As autoridades administrativas, em conjunto com várias instituições da sociedade civil, como igrejas, organizações juvenis, entre outras, têm desenvolvido acções de sensibilização para a mudança de comportamento por parte das principais vítimas da doença do século.
No estabelecimento hospitalar, que presta serviços de pediatria, medicina, puericultura e obstetrícia, a falta de equipamentos e serviços, sobretudo de ambulâncias, equipamentos de radiologia e cirurgia, são os principais problemas com que se debatem os profissionais da unidade clínica.
O Hospital Municipal da Conda, salienta Inocêncio Casimiro, possui 45 camas de internamento e os serviços que presta são assegurados por um corpo clínico com três médicos e 26 enfermeiros dos vários escalões.
Com uma população estimada em 80 mil habitantes, o município ocupa uma superfície territorial de 2.090 quilómetros quadrados e administrativamente compreende duas comunas, sendo a sede (Conda) e Cunjo.

Tempo

Multimédia