Províncias

Funcionários públicos com casas evolutivas

Manuel Tomás | Sumbe

A Administração Municipal do Sumbe entregou 20 casas evolutivas a quadros da função pública e a autoridades tradicionais da comuna da Gangula.

A administradora adjunta disse que a construção das referidas casas se enquadra no plano nacional de habitação do Executivo, em curso no país.
Elsa Lianlunga disse que, de acordo com as verbas a serem atribuídas à Administração Municipal, vão ser construídas casas do género nas comunas do Quicombo e Gungo.
 O Executivo, lembrou a administradora, tem envidado esforços para satisfazer as necessidades mais prementes da população no que toca à habitação, saúde, educação, fornecimento de energia eléctrica, água potável e reparação das vias rodoviárias.

Tempo

Multimédia