Províncias

Fundo de Apoio Social projecta novas acções

Carlos Bastos | Sumbe

O Fundo de Apoio Social (FAS) vai desenvolver, durante este ano, mais oito projectos de carácter económico e social nalguns municípios da província do Kwanza-Sul.

Vários equipamentos de impacto social estão a ser reabilitados e construídos na região
Fotografia: Carlos Bastos | Sumbe

O Fundo de Apoio Social (FAS) vai desenvolver, durante este ano, mais oito projectos de carácter económico e social nalguns municípios da província do Kwanza-Sul.
O assistente social daquela instituição, Leonel Baptista da Silva, disse quarta-feira que os projectos fazem parte de um “Programa de Desenvolvimento Rural”.
O responsável anunciou uma série de acções a desenvolver, com destaque para o lançamento da primeira pedra para a construção de escolas e postos de saúde nos municípios do Amboim e Conda. Leonel Baptista da Silva salientou que a nível do Amboim a instituição vai construir escolas com 18 salas nas localidades do Giraúl, Quipula, Quicunda e Cualunga, enquanto o município da Gabela terá uma biblioteca.
Para o município da Conda, disse o assistente Leonel da Silva, está prevista a construção de uma escola com quatro salas, um posto de saúde e uma residência para enfermeiros, cujos custos estão avaliados em 99.233.000 de kwanzas.
A construção dos referidos estabelecimentos nos municípios do Amboim e da Conda vai durar cerca de cinco meses. Leonel Baptista da Silva disse que, logo que as condições estejam criadas, o “Programa de Desenvolvimento Rural” para a província vai ser estendido aos municípios do Ebo, Quilenda, Seles, Cassongue e Quibala.
O assistente social referiu que a actividade do FAS, nos locais onde serão erguidas as escolas, postos de saúde e residências, vai contar com o apoio das autoridades tradicionais e de parceiros sociais.
Leonel Baptista da Silva disse que estão a ser feitos estudos para a definição dos municípios onde serão implementados outros projectos, tendo em conta que, este ano, o programa FAS IV, iniciado em Julho último, traçou uma estratégia de trabalho dirigida às administrações municipais.
No âmbito do programa FAS III foram aplicados 12.670.000 de kwanzas em 245 projectos da educação, saúde e saneamento básico, que beneficiaram várias comunidades da província do Kwanza-Sul.

Tempo

Multimédia