Províncias

Gado está a ser vacinado

Manuel Tomás | Sumbe

O Instituto dos Serviços Veterinários do Cuanza Sul durante a presente campanha de vacinação contra a peripneumonia contagiosa bovina, carbúnculo hemático e carbúnculo sintomático vai vacinar 90 mil cabeças de gado  bovino.

Campanha mobilizou várias brigadas
Fotografia: JA Imagens

O chefe de departamento dos Serviços Veterinários no Cuanza Sul, José Bonifácio Sucumula, afirmou que os trabalhos da presente campanha de vacinação estão a ser assegurada por 75 técnicos das províncias de Luanda, Bengo, Malanje e Uíge.
Estão disponíveis 250 mil doses de vacinas e, desde o início da campanha, no dia 11 deste mês, já foram imunizadas 50 mil bovinos, tendo, para o efeito, mobilizadas 15 viaturas para possibilitar a mobilidade dos técnicos até aos locais mais recônditos, onde não existem mangas de vacinação.
José Bonifácio Sucumula frisou que a região norte, à qual pertence a província do Cuanza Sul, prevê vacinar 200 mil cabeças de gado, estando já constituídas brigadas com concentração em Porto Amboim, que vai vacinar o efectivo bovino desta municipalidade, do Sumbe e do Seles.
Outra concentração é na Quibala, onde vai ser vacinado o gado de Mussende, Libolo e Ebo. Outros pontos de concentração de gado são em Cassongue e na Cela, onde existe o maior efectivo bovino, no Projecto Aldeia Nova. O chefe de departamento dos Serviços Veterinários disse que, além da vacinação do gado bovino também está em curso a imunização dos animais de estimação como cães, macacos e gatos.
O trabalho de vacinação acarreta custos elevados, visto que o sector controla mais de duas mil comunidades em diversas aldeias, o que implica a movimentação dos técnicos.
José Sucumula anunciou que a próxima campanha de vacinação vai ocorrer em Maio do próximo ano, esclarecendo que a vacina que está a ser administrada agora tem a duração de um ano.

Tempo

Multimédia