Províncias

Governador incentiva produção de café no Amboim

Casimiro José | Gabela

O governador do Kwanza-Sul incentivou ontem, na cidade da Gabela, município do Amboim, as famílias camponesas e os empresários no sentido de apostarem na produção de café, como contributo para o desenvolvimento socioeconómico do município.

Eusébio de Brito acredita em dias melhores
Fotografia: Casimiro José

O governador do Kwanza-Sul incentivou ontem, na cidade da Gabela, município do Amboim, as famílias camponesas e os empresários no sentido de apostarem na produção de café, como contributo para o desenvolvimento socioeconómico do município.
Eusébio de Brito Teixeira, que falava durante o encontro com o conselho de auscultação e concertação social do município, fez uma incursão ao historial do Amboim e destacou a hegemonia que ostentou na produção de café em tempos idos. Esse facto leva-o a acreditar que, com empenho e dedicação, a localidade pode voltar a ser um dos grandes viveiros do bago vermelho.
“O município do Amboim teve peso durante o período colonial na produção do café, tendo exportado 80 toneladas de café robusta, em 1973. Os actuais preços praticados no mercado motivam-nos a retomarmos a produção em grande escala”, frisou.
A instabilidade militar e a queda do preço do café no mercado internacional da época, dificultaram a situação e, com a necessidade de se sobreviver, a produção foi relegada para segundo plano, dando prioridade a produtos como cereais, leguminosas e tubérculos.
O governador quer que a produção de café no Amboim volte a ter o peso do passado e disse que um dos caminhos a percorrer para o relançamento do bago vermelho passa pela introdução de novas tecnologias de cultivo, melhoria das espécies de café, em conformidade com as condições climáticas, aperfeiçoamento de técnicos, além de empresas que intervenham no processo produtivo e nos métodos de gestão empresarial, com políticas e programas sectoriais.

Desenvolvimento do município

O governador do Kwanza-Sul anunciou que o desenvolvimento socioeconómico do município do Amboim, sobretudo da sua sede, a Gabela, passa por um conjunto de acções que, de forma concertada, possam dinamizar os sectores intervenientes para atingir patamares à altura da sua dimensão.
O Amboim é um município com inúmeras potencialidades a nível da província do Kwanza-Sul, com tradições marcantes que reclamam o seu relançamento, para voltar a ocupar o seu lugar, sublinhou, considerando desolador o actual quadro da sede do município, a julgar pela degradação das infra-estruturas de saneamento urbano, de abastecimento de água potável, do estado crítico das ruas e das estradas secundárias e terciárias que a ligam a outras localidades da sede municipal, entre outros.
A solução para as questões de requalificação da cidade da Gabela consta do processo de desenvolvimento do programa central, que esteve paralisado devido à crise financeira internacional, e que, a nível do Kwanza-Sul, se encontra estacionário em termos de obras nas cidades do Sumbe, Porto Amboim e Gabela. O plano para o reinício das obras nestas cidades foi remetido às estruturas competentes, estando em curso os primeiros passos que incidem no levantamento infra-estrutural e na configuração do mesmo.

Desafio para o futuro


Eusébio de Brito Teixeira considera necessário redobrar os esforços nos mais variados domínios, para que as metas do quinquénio 2012/2017 sejam cumpridas e lembrou que cinco anos passam depressa e, por isso, “temos de ter em mente a sabedoria popular, segundo a qual, não guardes para amanhã o que podes fazer hoje”. Nesse sentido, lançou um apelo à classe empresarial com capacidade técnica e financeira, no sentido de investir, para a rápida recuperação socioeconómico da região, uma vez que o Estado sempre contou com investimentos privados para levar avante várias acções. 
O ensino superior na cidade da Gabela foi apontado como uma das prioridades, por isso o governador informou que vai solicitar ao Ministério do Ensino Superiora a criação de um núcleo na localidade, para permitir que os jovens dos municípios do Amboim, Quilenda, Quibala e outros, possam aumentar o seu nível académico.
Outras apostas anunciadas pelo governador Eusébio Teixeira prendem-se com a expansão das redes escolares e sanitárias, o recrutamento de técnicos para as referidas áreas e a reparação das estradas secundárias e terciárias para o fomento do comércio rural.

Tempo

Multimédia