Províncias

Governo aposta em projectos agro-pecuários

Casimero José | Kilenda

O Governo Provincial do Kwanza-Sul vai continuar a apostar fortemente no sector agro-pecuário, com vista a alavancar a economia da província e garantir a geração de empregos e o aumento dos rendimentos das famílias.

Camponeses vão deixar de ter problemas no escoamento dos produtos para os principais mercados com a reabilitação das estradas
Fotografia: Dombele Bernardo |

A decisão foi reiterada no município da Quilenda, durante a sessão ordinária do Governo, dirigida pelo governador Eusébio de Brito Teixeira, uma vez que as autoridades consideram a agro-pecuária como a base para fomentar a diversificação da economia.
Este processo passa pela instalação de indústrias transformadoras nos maiores centros de produção, garantindo os bens e serviços às populações, com destaque para os jovens que constituem a força activa.
Os membros do Governo do Kwanza-Sul debateram igualmente a necessidade de potenciar os sectores do Turismo, Pescas e Transportes, no sentido de gerarem riqueza em benefício das populações. Os membros do governo salientaram que a realização, em Maio último, do primeiro fórum do sector económico e empresarial foi um ponto de partida para identificar as vias apropriadas para a dinamização da agro-pecuária e a criação de unidades industriais.
Para materialização do programa, foi defendida a criação de uma rede de distribuição de produtos para os mercados. Os participantes na reunião concluíram que é necessário assim afinar-se os mecanismos para gerir melhor os fundos públicos, coordenação de trabalhos e formação de quadros em vários níveis e sectores.
Para o sector social, a sessão ordinária do Governo Provincial apontou a inserção de mais mulheres nos cargos de governação, a garantia de um sistema materno-infantil eficaz, o cumprimento dos 11 compromissos de protecção dos direitos das crianças, entre os grandes desafios.
Neste sector, os participantes defenderam ainda a expansão e a melhoria dos sectores da Saúde e da Educação, o melhoramento do sistema de abastecimento de água potável e energia eléctrica às populações das zonas urbanas e rurais.
Os membros do Governo do Kwanza-Sul foram ainda informados dos projectos de elaboração do perfil do município da Quilenda. Os projectos foram considerados instrumentos que espelham a viabilidade técnica de acções viradas para o desenvolvimento do município.
Foi apreciado o projecto-piloto, que contempla acções viradas para o tratamento dos resíduos sólidos e tóxicos das cidades do Sumbe, Porto Amboim, Gabela e outras localidades da província, no sentido de garantir um Ambiente saudável.

Criação de novos bairros

O Governo Provincial aprovou um projecto de construção de dois bairros para alojar as famílias afectadas por calemas no município de Porto Amboim. Os membros do Governo Provincial analisaram ainda o plano do Instituto Nacional de Estradas (INEA), que tem a ver com a reabilitação da via entre a vila da Quilenda e a cidade da Gabela.
Está também prevista a reabilitação de estradas secundárias e terciárias, um trabalho que vai ser levado a cabo para melhorar a circulação e fomentar o escoamento de produtos do campo para os mercados de consumo, desenvolvendo o comércio rural. O governador Eusébio de Brito Teixeira apelou a todos os colaboradores para que trabalhem com as comunidades na identificação dos principais problemas que afectam as populações. Aos administradores municipais, Eusébio de Brito Teixeira pediu diálogo permanente com as populações, no sentido de ouvirem as suas sugestões e juntos procurarem soluções para os problemas.
“O que pretendemos é uma governação mais aberta, capaz de envolver as populações na identificação e solução dos problemas, o que pode motivar mais participação e partilha dos resultados”, disse o governador provincial. Eusébio de Brito Teixeira garantiu que muitas preocupações enfrentadas pelas populações vão ser resolvidas, por já constarem no plano provincial de desenvolvimento de médio prazo, para o período 2013/2017.
O governador considera que o Kwanza-Sul vai jogar um papel de destaque na economia nacional, tendo em conta as potencialidades que dispõe e da sua localização geográfica.

Tempo

Multimédia