Províncias

Governo aposta na aquicultura

Casimiro José| Sumbe

As autoridades provinciais do Cuanza Sul pretendem transformar, nos próximos tempos, a aquicultura como uma das principais áreas de desenvolvimento da região e de fonte de alimentação.


Para assegurar este programa, responsáveis das empresas e associados das cooperativas que exercem a actividade da aquicultura participaram, entre os dias 28 e 28 deste mês, numa formação sobre técnicas de piscicultura, de modo a exercerem a actividade com maior eficiência.
O seminário de capacitação, uma iniciativa da Direcção Nacional de Aquicultura do Ministério das Pescas, serviu para abordar assuntos ligados à definição geral da actividade, sobre as espécies que mais se adaptam ao país, como os testes de bola de areia e de escavação, preparação e enchimento dos tanques.
O programa de formação contemplou ainda temas ligados à fertilização da água, fontes de obtenção de alevinos “peixinhos” e os mecanismos da sua transportação, alimentos para os peixes e medidas recomendadas para a escavação dos tanques, e outros.
Entre as preocupações levantadas pelos avicultores avultam questões relacionadas com as formas da aplicação de estrumes das aves e de gado, processo de renovação da água nos tanques, entre outras, tendo sido respondidas pelos formadores, que recomendaram aos participantes a apresentarem-nas aos organismos de tutela ao nível central e provincial.

Tempo

Multimédia