Províncias

Governo da província aposta no saneamento

Victor Pedro | Sumbe

A agenda de trabalhos do Governo Provincial do Kwanza-Sul, para este ano inclui a solução de problemas relacionados com o abastecimento de água, saneamento básico, saúde e a conclusão da segunda fase do plano de desenvolvimento das infra-estruturas das cidades do Sumbe, Porto Amboim e Gabela.

Governador fala das acções executadas
Fotografia: Fernando Camilo | Sumbe

A agenda de trabalhos do Governo Provincial do Kwanza-Sul, para este ano inclui a solução de problemas relacionados com o abastecimento de água, saneamento básico, saúde e a conclusão da segunda fase do plano de desenvolvimento das infra-estruturas das cidades do Sumbe, Porto Amboim e Gabela.
A garantia foi dada no Sumbe, pelo governador provincial do Kwanza-Sul, Serafim do Prado, durante a cerimónia de cumprimentos de fim de ano, na presença de delegados, directores, empresários, representantes de partidos políticos, da sociedades civil, académicos, entidades religiosas e tradicionais.
O governador Serafim do Prado assegurou que este ano, é concluída a segunda fase do plano de desenvolvimento das cidades do Sumbe, Gabela e Porto Amboim. Este ano, estão previstas intervenções nas valas de drenagens e a reabilitação das infra-estruturas de captação e tratamento de água.
Serafim do Prado garantiu que, com o aumento da capacidade da nova subestação de energia, de 30 para 60KW, no Alto Chingo, e com a conclusão da linha de alta tensão entre a cidade da Gabela e o Sumbe, melhora a qualidade da energia eléctrica, que é fornecida às cidades do Sumbe, Porto Amboim e Gabela.
O governador acrescentou que, com a aprovação, pelo Executivo da extensão da rede energética de Cambambe para o Ebo e Waku Kungo, por via da subestação da Gabela, há boas perspectivas no desenvolvimento dos municípios. No domínio do urbanismo e construção, o governador do Kwanza-Sul lembrou que as atenções estão voltadas para o acompanhamento e edificação de cinco mil fogos, sendo dois mil para o Sumbe, enquanto as cidades do Waku Kungo, Porto Amboim e Gabela beneficiam de mil casas cada.
Arrancou o plano de urbanização de 25 hectares, para 200 fogos destinados à autoconstrução dirigida.

Revitalizar a indústria

No sector da saúde, Serafim do Prado apontou a necessidade de se melhorarem as condições de funcionamento dos hospitais, relativamente à organização, o atendimento aos pacientes e aos cuidados primários da saúde.
Serafim do Prado apelou ao envolvimento da sociedade civil e igrejas, na mobilização e sensibilização das populações, para aderirem às campanhas de vacinação. O governador manifestou a sua satisfação pelo facto do Kwanza-Sul ser uma referência nos dois sistemas de ensino a nível do país, nos domínios da formação académica, técnica e profissional. Porém, mostrou-se preocupado com o actual número de crianças fora do sistema de ensino.
O governador anunciou que, para este ano lectivo, o Instituto Nacional de Bolsas de Estudos (INABE) garante à província do Kwanza-Sul cinco bolsas para o curso de medicina e 170 para os diversos cursos técnicos, nomeadamente engenharia, agricultura e agronomia. Acrescentou que uma das prioridades do seu governo, para este ano, tem a ver com a construção de uma Mediateca, (bibliotecas electrónicas), com a supervisão do Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação.
O sector da Juventude e Desporto continua a dar sinais de vitalidade. Serafim do Prado mencionou como conquistas obtidas em 2011 a requalificação do estádio municipal Hoji ya Henda, a construção e apetrechamento da casa da juventude e do pavilhão do Benfica, no Sumbe.
O governador do Kwanza-Sul pediu aos administradores municipais e comunais para incentivarem a população para o aumento da produção agrícola. O relançamento da produção do café foi assinalado por Serafim do Prado como uma das apostas, a par de outras actividades, como a criação de gado e a dinamização da produção agro-industrial. A revitalização das unidades industriais, votadas ao abandono, foi também anunciada pelo governador Serafim do Prado.
O sector da Agricultura vai lançar um programa virado para a requalificação do meio rural e desenvolver o programa integrado de combate à pobreza, anunciou Serafim do Prado.
No domínio das infra-estruturas rodoviárias, Serafim do Prado ­sublinhou que, com a reposição do tapete asfáltico nas principais vias que ligam as diferentes localidades da província e do país, foram criadas condições que permitem olhar com optimismo a dinamização do comércio rural.
Os dois grandes desafios que vão marcar este ano são a realização das eleições gerais e a aplicação do novo estatuto orgânico do Governo Provincial, segundo o governador do Kwanza-Sul.  Serafim do Prado referiu que a primeira fase do processo de registo eleitoral atingiu 18.976 novos eleitores, enquanto o processo de actualização registou 238.159 eleitores.

Tempo

Multimédia