Províncias

Governo entrega lotes à Comunicação Social

Victor Pedro |

Cerca de 200 lotes de terrenos destinados à construção de moradias foram distribuídos segunda-feira, nos arredores do bairro Bambe, na zona sul da cidade do Sumbe, província do Cuanza-Sul, a quadros de diversos órgãos da Comunicação Social, numa cerimónia assistida pelo governador Brito Teixeira.

Governador Brito Teixeira colocou a primeira pedra para a construção do novo bairro
Fotografia: Fernando Camilo | Edições Novembro

O espaço vai contar com serviços sociais básicos, como creche, escola, posto policial, quadra polidesportiva, arruamentos, valas técnicas, energia eléctrica e outros meios que vão facilitar a vida dos futuros moradores.
O administrador municipal do Sumbe, Manuel da Silva, referiu que o objectivo do governo é continuar a responder às preocupações que têm a ver com a falta de habitação que ainda afecta quadros do sector da Comunicação Social e muitos outros cidadãos angolanos, que, graças a vários programas e projectos habitacionais e de construção dirigida estão a ver o sonho da casa própria a tornar-se realidade.
Manuel da Silva sublinhou que o espaço em causa vai, numa primeira fase, contar com duas mil residências, de tipologias diferenciadas, de acordo com o bolso de cada beneficiário, incluindo quadros de outros sectores, factor que vai também ajudar a desafogar o centro da cidade do Sumbe, que já não possui espaço para a construção de grandes infra-estruturas.
O governador do Cuanza-Sul, Eusébio de Brito Teixeira, após o lançamento da primeira pedra e entrega de forma simbólica de alguns títulos de propriedade, reconheceu o empenho e esforço dos quadros da comunicação social na divulgação das acções do Governo provincial, que visam melhorar a qualidade de vida da população.
Eusébio de Brito Teixeira acrescentou que a entrega de terrenos aos jornalistas surge igualmente para incentivar mais os quadros da Comunicação Social e não só no sentido de darem o seu melhor para o crescimento e desenvolvimento do país, bem como desafogar o centro da cidade capital e dar outra dinâmica aos novos bairros.
O governador anunciou que a zona em referência vai ganhar uma nova dinâmica, depois da conclusão do desvio da estrada n.º 100, nos arredores do referido bairro, o que trará maior circulação de pessoas e bens.
Eusébio de Brito Teixeira aconselhou os mais jovens da classe para aproveitarem esta oportunidade e assim realizarem o sonho da casa própria, oferecendo às suas famílias uma melhor comodidade e lazer.
Recomendou aos membros da Administração Municipal do Sumbe no sentido de acompanharem a construção das referidas casas e apoiarem em termos de transporte, areia, pedra, cisternas de água, meios de produção de blocos e em outras questões.

Beneficiários aplaudem


Luís Catraio, funcionário da Angop, no Sumbe, considerou que o gesto do governo provincial demonstra o reconhecimento do contributo da classe no engrandecimento do país.
Julieta Domingos, funcionária da Rádio Cuanza-Sul, saudou a atitude do governo da província, ao reconhecer o trabalho que os quadros da Comunicação Social têm prestado às populações e ao país. Sugeriu ao Governo que programas do género sejam extensivos a outros sectores e franjas da população, para que, de forma gradual, todos possam beneficiar de uma residência.

Tempo

Multimédia