Províncias

Governo local aposta na construção e recuperação de unidades de saúde

Casimiro José | Sumbe

O governo da província do Kwanza-Sul vai imprimir maior dinâmica na construção e reabilitação de infra-estruturas sanitárias, com vista a conferir uma melhor assistência médica e medicamentosa às populações, disse ontem no Sumbe a vice-governadora para o sector político e social.

Autoridades locais constroem mais hospitais para baixar os índices de mortalidade
Fotografia: Casimiro José | Sumbe

O governo da província do Kwanza-Sul vai imprimir maior dinâmica na construção e reabilitação de infra-estruturas sanitárias, com vista a conferir uma melhor assistência médica e medicamentosa às populações, disse ontem no Sumbe a vice-governadora para o sector político e social.
Fernanda Cabral de Almeida, que falava durante a cerimónia de apresentação do novo director-geral do hospital 17 de Setembro, reconheceu a necessidade de se melhorar o estado das unidades clínicas da província. As obras serão desenvolvidas no âmbito da aplicação do sub-programa de serviços de cuidados primários, que contempla a execução de projectos ligados ao sector da saúde.
A vice-governadora referiu que, a par da necessidade do plano de reabilitação do hospital 17 de Setembro, o governo da província preconiza, ainda este ano, acções que se prendem com a reorganização dos sistemas clínicos, administrativos e financeiros para que as unidades hospitalares cumpram com o seu papel.
O governo, no âmbito das suas responsabilidades, já identificou os problemas que afligem os hospitais municipais e centros de saúde a nível da província, para tornar o seu funcionamento mais eficaz e, de acordo com as dotações financeiras que o executivo for disponibilizando, colmatar as carências que o sector enfrenta.
Outro objectivo anunciado pela vice-governadora tem a ver com a superação permanente dos quadros e técnicos da saúde e o seu enquadramento na carreira profissional, bem como o aperfeiçoamento do sistema de higiene dos hospitais e o atendimento dos médicos e enfermeiros aos pacientes.
Fernanda Cabral de Almeida reconheceu que, no capítulo da higiene, o hospital 17 de Setembro apresenta melhorias substanciais, mas apelou aos quadros e técnicos a contribuírem para que se mantenha o estado actual, em termos de limpeza e de prestação de serviços para o bem da população.

Tempo

Multimédia