Províncias

Governo prepara terrenos para vítimas das calemas

Victor Pedro| Sumbe

Pelo menos 200 lotes de terrenos, numa área de cerca de 60 mil metros quadrados, foram terraplanados para ser entregues a 170 famílias assoladas por calemas ocorridas em princípios deste mês no município de Porto Amboim, província do Kwanza-Sul.

O espaço onde vão ser construídas habitações e serviços sociais básicos já foi terraplanado
Fotografia: Víctor Pedro | Sumbe

O director provincial do Instituto Nacional do Ordenamento do Território e Urbanismo  (INOTU), Leandro Sanito, garantiu, em Porto Amboim, que os terrenos vão beneficiar um total de 790 pessoas adultas e 435 crianças dos bairros Torre do Tombo, Salinas e Cauíla.
Leandro Sanito garantiu igualmente que cada uma daquelas famílias vai beneficair de uma parcela correspondente a 300 metros quadrados, destinado à construção de habitação.
Na área total já terraplanada, o director provincial do INOTU referiu que vão ser ali igualmente construídas 200 habitações com todos os serviços e condições de habitabilidade, além de mercados, área de lazer, jardins, vias de drenagem das águas pluviais, escolas, centros e posto de saúde.
Leandro Sanito acrescentou que decorrem trabalhos de aplicação de taças divisórias para a delimitação dos lotes e para orientar as famílias durante a construção das casas, para obrigar ao respeito dos espaços reservados a passeios e ruas.
O director provincial assegurou que os trabalhos estão acelerados e que apenas a época das chuvas pode criar embaraços ao programa. O director do Ordenamento do Território exortou as populações da província a evitarem construir em zonas de risco.

Tempo

Multimédia