Províncias

Governo promove direitos da criança

Casimiro José|Quilenda

A vice-governadora do Kwanza-Sul para o sector político e social, Fernanda Cabral de Almeida, pediu na vila da Quilenda um maior empenho das escolas, famílias, da sociedade civil e das igrejas para que seja criado um clima favorável à materialização dos “11 Compromissos da Garantia dos Direitos das Crianças” assumidos pelo Executivo.

Membros do governo provincial do Kwanza-Sul com crianças de uma escola local
Fotografia: Casimiro José | Quilenda

A vice-governadora do Kwanza-Sul para o sector político e social, Fernanda Cabral de Almeida, pediu na vila da Quilenda um maior empenho das escolas, famílias, da sociedade civil e das igrejas para que seja criado um clima favorável à materialização dos “11 Compromissos da Garantia dos Direitos das Crianças” assumidos pelo Executivo.
A vice-governadora, que falava por ocasião do Dia da Criança Africana, afirmou que ao assumir os “11 compromissos” o Executivo manifesta a sua preocupação em torno da preservação do futuro das crianças angolanas, como garantia de uma sociedade sadia e desenvolvida.
Fernanda Cabral de Almeida citou como exemplo do empenho do Executivo, a promoção de campanhas de vacinação contra a pólio ou o programa de corte vertical para evitar a transmissão do VIH/SIDA da mulher grávida para o bebé. A vice-governadora disse que ainda há um árduo trabalho pela frente para a concretização dos objectivos preconizados pelo Executivo.
Quanto ao significado do Dia da Criança Africana, Fernanda Cabral de Almeida reconheceu a valentia dos habitantes do Soweto, bairro de Joanesburgo. “A manifestação que ocorreu no ano de 1976, no Soweto, foi uma acção corajosa do povo sul-africano contra o apartheid e, mesmo com a brutal repressão do regime, eis que a maioria conquistou a sua liberdade”, lembrou.
O acto teve lugar no pátio da escola primária nº 332, sob lema “Crianças unidas, futuro garantido”. As crianças da vila da Quilenda, em representação de todas as crianças da província do Kwanza-Sul, manifestaram a sua alegria pela passagem de mais uma data dedicada á criança africana.
“Estamos gratos pela vontade manifestada pelo Executivo na defesa dos direitos das crianças, representados nos ‘11 compromissos’ e estamos certos de que a sua aplicação vai trazer o crescimento e desenvolvimento sadio de todas as crianças angolanas”, lê-se na mensagem das crianças da Quilenda.
O chefe dos serviços provinciais do INAC, Correia Palanga Bongue, afirmou que o 16 de Junho de 1976 é uma data incontornável nos anais da História de África. Aproveitou para referir que o Executivo está empenhado na protecção das crianças.
 O chefe do serviço provincial do INAC exortou todas as crianças da província a estarem comprometidos com a pátria, realizando com disciplina e zelo todas as tarefas escolares.
Correia Bongue anunciou a realização para breve de dois acontecimentos nacionais, o seminário nacional sobre a participação da criança na vida do país e o fórum da criança para análise do grau de cumprimento dos “11 compromissos” assumidos pelo Executivo, parceiros sociais e Nações Unidas.
Durante o acto, foram entregues bicicletas e material escolar e educativo para aos professores e alunos que mais se destacaram nas escolas do município da Quilenda.

Tempo

Multimédia