Províncias

Hospital da Quibala necessita de técnicos

Casimiro José| Sumbe

O director do Hospital Regional da Quibala, Carlos Cassoma, defendeu ontem, na Quibala, a necessidade de o Ministério da Saúde primar pela especialização de técnicos básicos e médios.

O director do Hospital Regional da Quibala, Carlos Cassoma, defendeu ontem, na Quibala, a necessidade de o Ministério da Saúde primar pela especialização de técnicos básicos e médios, nas áreas de diagnóstico e terapêutica, para suprir as lacunas sentidas durante o atendimento hospitalar na região. Carlos Cassoma afirmou que “a assistência médico-medicamentosa só se torna eficiente quando for criada uma cadeia de atendimento, entre os médicos, técnicos médios, básicos e pessoal auxiliar, funcionando como uma orquestra onde cada um joga o seu papel”.
Segundo o director do hospital, o município da Quibala possui uma população estimada em 142.248 habitantes, com uma média de dois partos por dia, e a sala de partos vai se tornando pequena. Avançou a ideia de, nos próximos tempos, ser construída uma maternidade para responder à demanda.“O hospital está a sentir a falta de uma maternidade”, disse.

Tempo

Multimédia