Províncias

Hospital do Ebo precisa de médicos

O hospital municipal do Ebo, província do Kwanza-Sul, necessita de pelo menos dois especialistas em ginecologia e obstetra e ortopedia, com vista a assegurar a assistência médica à população.

O hospital municipal do Ebo, província do Kwanza-Sul, necessita de pelo menos dois especialistas em ginecologia e obstetra e ortopedia, com vista a assegurar a assistência médica à população.
O apelo foi feito, na sexta-feira, pelo responsável da saúde, Domingos Carlos, apontando a crescente necessidade de assistência nestas especialidades.
“Registamos muitos casos que, por vezes, são supridos por outros médicos e enfermeiros experientes”, afirmou.
A secção municipal da Saúde tem sob sua jurisdição oito postos de saúde, dois centros médicos e um hospital municipal, assegurados por  dois médicos, sendo um pediatra e outro clínico geral, 45 enfermeiros e 72 outros trabalhadores.
O município do Ebo tem quatro comunas, sendo a sede, Condé , Kissanje e sector administrativo do Chôa e  dista 145 quilómetros da cidade do Sumbe.
O município tem 182.707 habitantes, sendo 96.983 mulheres, distribuídos por  141 bairros e aldeias. A província do Kwanza-Sul é composta pelos municípios do Sumbe, Porto Amboim, Amboim, Libolo, Mussende,  Ebo,Quilenda, Conda, Wako-Kungo, Seles e Casssongue.

Tempo

Multimédia