Províncias

Igreja quer formação de casais

André da Costa | Quibala

O líder da Igreja Profética Vencedora no Mundo, Jorge Cambundi “profeta Enoque”, defendeu ontem, na localidade da Quibala, no Cuanza Sul, a formação de casais que pretendam contrair matrimónio, para uma maior responsabilidade destes durante a convivência no lar.

Jovens aconselhados a regrarem a sua actividade sexual antes do casamento para terem uma vida conjugal mais feliz e produtiva
Fotografia: André da Costa

O profeta Enoque, que alertou os jovens para se absterem de práticas sexuais antes do casamento, explicou que a formação ajuda a dotar os casais de conhecimentos sólidos para fortalecer o casamento com base nos fundamentos da igreja.
Com isso, augura o líder religioso, os casais têm uma vida conjugal mais feliz e não fazemm  um mero negócio, como acontece nos dias actuais em muitos lares.
O profeta Enoque realçou a importância dos familiares mais próximos na ajuda ao casal sempre que este tenha problema grave e com sérios riscos de colocar em perigo a estabilidade matrimonial, dai defender a união das famílias dos cônjuges para melhor resolverem estes casos.
Para reflectir sobre a situação dos casais, a Igreja Profética realizou durante uma semana  o Sexto Jejum Nacional, com a participação de milhares de fiéis das 18 províncias e de representantes da igreja de Portugal, Brasil, Congo Democrático, Coreia e Alemanha.
O profeta Enoque sublinhou que um dos objectivos do encontro é ajudar o Executivo no resgate de valores morais e éticos, baseados no respeito pelas instituições do Estado e das famílias. />“A educação espiritual nas famílias  permite ter corações mais abertos ao diálogo, visando ao amor ao próximo, baseadas no respeito mútuo entre os cidadãos”, disse o religioso.
Para o líder da Igreja Profética Vencedora no Mundo, a desestruturação familiar no país tem muito a ver com a situação histórica, resultante do conflito armado, que provocou a separação de famílias, dai elogiar a postura do Executivo, através do Ministério de tutela, para mudar este quadro.

Programa de alfabetização

No acto de abertura, a secretária de Estado para o Ensino Geral e Acção Social, Ana Paula Inês, manifestou satisfação pelo sucesso alcançado pela Igreja Profética em relação ao número de mulheres alfabetizadas nos últimos tempos.
Ana Paula Inês frisou que, em todo o país, a campanha de alfabetização atingiu mais de 60 porcento de pessoas, graças ao grande contributo de igrejas, que redobram esforços para a erradicação do analfabetismo.

Tempo

Multimédia