Províncias

Inaugurada na comuna do Condé uma escola do ensino secundário

Casimiro José | Ebo

O governador provincial do Kwanza-Sul, Eusébio de Brito Teixeira, inaugurou na sede da comuna do Condé,  município do Ebo, uma escola do ensino secundário, baptizada com o nome de José Eduardo dos Santos.

Escola do ensino secundário do município do Condé é baptizada com o nome do Presidente da República José Eduardo dos Santos
Fotografia: Casimiro José |

O governador provincial do Kwanza-Sul, Eusébio de Brito Teixeira, inaugurou na sede da comuna do Condé,  município do Ebo, uma escola do ensino secundário, baptizada com o nome de José Eduardo dos Santos. Tem seis salas de aulas para 840 alunos, uma sala de conferências, uma de informática, gabinete do director, cantina escolar e área de lazer.
O governador provincial do Kwanza-Sul disse que “estamos satisfeitos com a inauguração desta escola do ensino secundário, porque vem responder às necessidades dos jovens da comuna de Condé”.
O governador Eusébio de Brito Teixeira pediu empenho aos professores e alunos para que a escola forme quadros capazes e com competências para os desafios do presente e do futuro.
O administrador municipal do Ebo, Américo Alves Sardinha, inaugurou, na presença do governador provincial do Kwanza-Sul, outros empreendimentos sociais, como uma escola do ensino primário, reabilitada e ampliada, uma casa para professores e uma lavandaria comunitária, na localidade da Balaia, a 15 quilómetros de Condé.

Alegria na Balaia

As inaugurações melhoraram a vida dos 3.646 habitantes da Balaia.Delfina Aspirante, moradora no bairro da Balaia, disse que a inauguração da lavandaria comunitária é um alívio para as mulheres, porque antes tinham que percorrer longas distâncias para adquirir água para consumo e para lavar. “Estou muito alegre porque foi resolvido o problema de acesso á água para beber e lavar roupa”, frisou.
O governador provincial do Kwanza-Sul fez uma avaliação positiva da visita às obras dos 200 fogos habitacionais e de casas evolutivas no município do Ebo, pelo facto dos empreiteiros estarem a cumprir os prazos. “A execução das obras no município do Ebo satisfaz os propósitos do governo e vamos continuar a acompanhar a situação até que fiquem concluídas as casas para devolvermos a felicidade às pessoas que vão viver nestas habitações”, disse Eusébio de Brito Teixeira.
O governador afirmou que o Ebo precisa de mais escolas, postos de saúde e o recrutamento de técnicos, a extensão dos sistemas de produção e distribuição de água potável e de energia eléctrica às aldeias.
 Outra preocupação do governador Eusébio de Brito Teixeira é o mau estado das estradas secundárias e terciárias que dificultam a livre circulação de pessoas e mercadorias: “a reparação das vias de acesso é o próximo desafio do nosso governo”.
O município do Ebo tem uma superfície 2.520 quilómetros quadrados e 182.707 habitantes distribuídos pelas comunas de Condé, Quissanje e a povoação da Chôa. A actividade predominante da população é a agro-pecuária.

Tempo

Multimédia