Províncias

Inclusão escolar em abordagem

Carlos Bastos | Sumbe

A inclusão escolar de pessoas com deficiência esteve em análise na  na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, no seminário promovido pelo Ministério da Educação e o Instituto Nacional para a Educação Especial.

O seminário, que visou abordar a Política Nacional de Educação Especial, foi orientado pela consultora do UNICEF Liliane Garcez, com o propósito de promover o acesso à escola e a inclusão de pessoas com necessidades especiais, bem como a formação contínua de professores.
Para o director provincial da Educação do Cuanza Sul, Francisco de Figueiredo Júnior, a inclusão escolar pressupõe mudanças nas práticas pedagógicas, relações interpessoais, interacção professor e aluno, família e professor, comunidade e escola, sem colocar de  parte o compromisso com o desempenho escolar dos alunos: “Tudo depende da criação de redes de apoio e ajuda mútua entre escola, família e os serviços especializados”.
Francisco de Figueiredo Júnior sublinhou que a educação de crianças com necessidades educativas especiais exige um constante repensar das práticas pedagógicas e remete à análise de alguns aspectos do contexto actual de inclusão no país.
“A inclusão escolar é um processo que visa unificar a educação no Ensino Geral e na Educação Especial, com o objectivo de oferecer um conjunto de serviços a todos os alunos, com base nas suas necessidades de aprendizagem”, acrescentou o director.
A educação para todos, um desiderato do Estado angolano,    implica mudanças de atitude, mentalidade, criação de condições nas escolas de ensino geral, no capítulo da organização, apetrechamento, formação e o aperfeiçoamento dos professores e outros profissionais envolvidos no processo de inclusão escolar, reforçou o director da Educação no Cuanza Sul, antes de afirmar que do seminário saíram linhas orientadoras e estratégias para que as redes de ensino na província continuem a assegurar o direito e participação dos alunos com deficiência nas escolas do ensino geral.

Tempo

Multimédia