Províncias

Independência Nacional evocada por administrador

O administrador municipal da Cela, Kwanza-Sul, afirmou ontem, no Wako Kungo, que a conquista da Independência Nacional,  a 11 de Novembro de 1975, abriu caminho para os angolanos assumirem o seu destino.

O administrador municipal da Cela, Kwanza-Sul, afirmou ontem, no Wako Kungo, que a conquista da Independência Nacional,  a 11 de Novembro de 1975, abriu caminho para os angolanos assumirem o seu destino.
Isaías Bumba Luciano disse à Angop, a propósito da efeméride que se assinala no próximo domingo, que a construção de infra-estruturas sociais e económicas, como escolas, postos médicos, estradas, pontes, é um bom exemplo das conquistas obtidas ao longo dos 37 anos de independência.
“Esta representa uma conquista do povo angolano que têm sabido manter a paz conquistado com muito sacrifício. Domingo todos estaremos junto para festejarmos a passagem de mais um aniversário da nossa independência “, disse.
A reabilitação e construção de linhas de transporte de energia, bairros habitacionais, sistema de captação, tratamento e abastecimento de água, entre outras realizações possíveis com o alcance da paz, em 2002, constituem uma valia para o povo angolano.
Com a aprovação e desenvolvimento de vários projectos, Angola caminha para a estabilidade social, onde todos vão poder ter a sua vida melhorada. “Cada angolano deve orgulhar-se deste país, participando na reconstrução nacional e consolidação da democracia”, disse o administrador.
Isaías Bumba Luciano convidou a população da província do Kwanza-Sul e do país a participar activamente nas comemorações dos 37 anos da independência. 
Para as celebrações da Independência Nacional várias actividades políticas, recreativas e culturais vão decorrer na província. O acto provincial das comemorações do 11 de Novembro tem lugar no município do Mussende, a 340 quilómetros da cidade do Sumbe (capital da província).

Tempo

Multimédia