Províncias

Intensificada campanha contra trabalho infantil

O Instituto Nacional da Criança (INAC) no Cuanza Sul vai ,este ano, intensificar diversas campanhas de sensibilização às famílias sobre as consequências do trabalho infantil, deu a conhecer  o chefe local da instituição, David Domingos.

INAC quer banir exploração de menores na província
Fotografia: Contreiras Pipas | Edições Novembro

Em declarações à Angop, aquele responsável afirmou que, para este ano, se prevê intensificar as campanhas de sensibilização  no seio das famílias e da população em geral  sobre  as consequências do trabalho infantil, também nas escolas, igrejas e em locais públicos de maior concentração populacional.
O responsável máximo do INAC na província realçou a necessidade das famílias terem consciência sobre o mal que causa a exploração do trabalho infantil.
David Domingos disse que  os pais devem desempenhar  o papel importante nesta vertente, educando  os filhos,   apelando  às famílias a colaborarem sempre com os órgãos competentes, com vista à denúncia de casos de exploração de menores, para se pôr cobro a situação .
“Se queremos ter uma sociedade saudável, deve-se valorizar a criança,  colocá-la na escola para aprender a ler e escrever. Assim ela também vai contribuir  no desenvolvimento do país ”, vincou.
O responsável afirmou ainda que, é frequente verem-se diversas crianças a venderem nos mercados da província, alegadamente por terem sido obrigadas pelos pais ou  encarregados de educação.“Temos de mudar a mentalidade de muitos pais e encarregados de educação e materializar a política de prevenção e de erradicação do trabalho infantil", frisou David Domingos.

Tempo

Multimédia