Províncias

Licenciados do Sumbe recebem diplomas

Victor Pedro | Sumbe

O Instituto Superior de Ciências de Educação do Sumbe (ISCED), na província do Cuanza Sul, realizou, no final de semana, a terceira cerimónia de outorga de diplomas, desta feita a 150 licenciados em História, Geografia, Matemática, Psicologia e Pedagogia, em cursos concluídos em 2014.

Mercado de trabalho com mais licenciados
Fotografia: Victor Pedro | Sumbe

A decana daquela instituição de ensino superior, Amélia Sakongo, considerou de importante a realização da cerimónia de outorga, que vem responder às metas da Universidade Katyavala Bwila, voltada para a qualidade do processo de ensino e aprendizagem.
Segundo a decana, com este número a instituição académica atinge um universo de dois mil formados, desde a sua criação.
Muitos dos quadros formados pela instituição já se encontram inseridos no mercado de trabalho a nível da província e a exercerem vários cargos de direcção e chefia, cumprindo com zelo e dedicação as suas tarefas diárias, facto que motiva os docentes. Amélia Sakongo apelou aos estudantes que ingressaram este ano e os pré-finalistas a continuarem a empenhar-se durante a formação, de forma a poderem enfrentar os grandes desafios do país.
O Instituto Superior de Ciências de Educação do Sumbe foi criado no ano de 2000 e pertence à quarta região académica do país.
A próxima cerimónia de outorga de certificados realiza-se no próximo sábado, no Cine Sporting da cidade do Sumbe, para 240 licenciados e bacharéis dos cursos de Zootecnia, Agronomia, Enfermagem, Contabilidade e Gestão e Gestão Agrária, ministrados pelo Instituto Superior Politécnico do Sumbe, segundo o director geral da instituição, Octávio Spínola.
O Instituto Superior Politécnico do Sumbe abriu as suas portas em 2008 e já lançou para o mercado de trabalho mais de 400 técnicos superiores.

Tempo

Multimédia