Províncias

Médicos receberam guias de colocação

Casimiro José

Um total de 55 médicos de várias especialidades, admitidos por concurso público documental, promovido pelo Ministério da Saúde, à luz do Decreto Presidencial n.º 90/16 do mês de Abril do ano transacto, receberam quinta-feira as guias de colocação, para o início de funções nos municípios da província do Cuanza-Sul.

Assistência à população dos municípios vai ser reforçada
Fotografia: Fernando Camilo | Edições Novembro


Em acto presidido pelo governador Eusébio de Brito Teixeira, os novos médicos foram distribuídos pelos 12 municípios da província, com o Sumbe a beneficiar do maior número de técnicos, dez profissionais, enquanto os restantes receberam entre três a quatro médicos.
O director provincial da Saúde, Abreu Undongo, realçou que o Cuanza-Sul vai ganhar um novo impulso no atendimento aos pacientes, com a entrada de novos médicos, principalmente nos municípios do interior, onde a carência de quadros ainda se fazia sentir.
O responsável acredita que com a entrada em funções de novos médicos estende-se o raio de acção da educação para a saúde nas comunidades, numa altura em que ainda se registam algumas práticas que põem em causa a saúde pública.
“Pretendemos com estes novos médicos intensificar as campanhas de educação para a saúde, com vista a desencorajar más práticas dentro das comunidades”, frisou Abreu Undongo, que lançou o desafio para que os recém admitidos prestem um serviço humanizado aos pacientes, com vista a responder aos pressupostos do Executivo e do plano estratégico do Ministério da Saúde.
O governador  Eusébio de Brito Teixeira considerou que o Cuanza-Sul está a vencer a batalha do défice de médicos, mas salientou que a quantidade está longe de satisfazer as necessidades actuais. Aconselhou os novos médicos a dedicarem mais tempo às pesquisas, para enriquecerem os conhecimentos e a conhecerem a realidade epidemiológica dos municípios.

Tempo

Multimédia